Vereador Diogo Gastaldi (PMDB) afirma que não cometeu crime de improbidade administrativa e alega que denúncia feita é retaliação política

Enviar no WhatsApp
Vereador Diogo Gastaldi (PMDB) afirma que não cometeu crime de improbidade administrativa e alega que denúncia feita é retaliação política

Vereador Diogo Gastaldi (PMDB) (Foto: CV Ituporanga / Divulgação)

E a polêmica levantada nessa semana na Câmara de vereadores de Ituporanga sobre o suposto crime de improbidade administrativa envolvendo o ex-diretor da Fundação Fexponace Diogo Gastaldi ainda repercute.

Na manhã desta sexta-feira em entrevista ao repórter João Sérgio, Diogo Gastaldi que é atual vereador pelo PMDB, afirmou que não cometeu nenhuma irregularidade e classifica a denúncia como retaliação política.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo