TRE-SC lança campanha “Quero minha cidade limpa”

Na sessão de julgamento desta segunda-feira (22), o TRE-SC lançou a Campanha “Quero minha cidade limpa”, com o objetivo de assegurar que nenhum município catarinense sofra com o derrame ilegal de santinhos no dia das Eleições. A iniciativa é da Corregedoria do Tribunal Eleitoral de Santa Catarina e está regulamentada na Resolução TRESC n. 7.867/2012.

“Infelizmente, é prática usual que santinhos e folhetos não-utilizados até a véspera da eleição sejam derramados aleatoriamente nas ruas, sujando as cidades e causando diversos transtornos para a população”, enfatizou o Corregedor Regional Eleitoral, desembargador Sérgio Roberto Baasch Luz.

Entre as finalidades da campanha está cumprir a determinação legal que veda a divulgação de qualquer tipo de propaganda eleitoral no dia da eleição e dar destinação ambiental correta às sobras de impressos.

Durante a apresentação da campanha, o Corregedor citou o levantamento produzido pelo juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral, Paulo de Tarso Tamburini, que mostra que nas eleições de 2012 produziu-se, computando-se exclusivamente os números gastos com papéis e publicidade em jornais e revistas, o equivalente a mais de 10 bilhões de folhas A4, o que representa mais de 417.000 árvores cortadas.

O presidente do TRE-SC, desembargador Vanderlei Romer, deferiu a proposta da campanha e enalteceu a iniciativa. Na ocasião também foram apresentados aos integrantes da Corte, a logomarca da campanha, assim como os adesivos e cartazes, que serão distribuídos aos juízes eleitorais, promotores, servidores da Justiça e aos partidos políticos.

"Inúmeras vezes este Tribunal deparou-se com o lamentável derrame de propaganda eleitoral pelas ruas, o que é um indício veemente de infração à legislação eleitoral. Por isso, a campanha, proposta pela Corregedoria, é muito oportuna”, elogiou o juiz do TRE-SC, Ivorí Luis da Silva Scheffer.

Eleições 2012

Na Eleição 2012, em Santa Catarina, buscou-se conscientizar candidatos e partidos para o recolhimento das sobras e seu encaminhamento para reciclagem, totalizando cerca de um milhão e trezentos mil folhetos entregues nos cartórios eleitorais. Contudo, a participação dos candidatos não foi completa, havendo registros de ruas cobertas de santinhos no domingo da eleição. 

Assessoria de Imprensa do TRE-SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE