Santa Catarina vai enviar bombeiros para combater incêndios na Amazônia, a pedido do governo federal

Governador Carlos Moisés autorizou o envio de bombeiros militares e equipamentos aceitando pedido do ministro da Justiça Sérgio Moro.

Enviar no WhatsApp
Santa Catarina vai enviar bombeiros para combater incêndios na Amazônia, a pedido do governo federal

Governador autorizou envio de bombeiros à Amazônia (Foto: Divulgação Secom/SC)

 

O governo catarinense vai enviar 12 bombeiros militares para combater incêndios na Amazônia Legal, além de veículos. Na tarde de terça (27) o governador Carlos Moisés aceitou o pedido de ajuda feito pelo ministro da Justiça Sérgio Moro.

- Nós entendemos que essa ação do Governo Federal, feita com apoio de várias unidades da Federação, vai trazer um resultado muito mais rápido - afirma Moisés.

Conforme o Comandante do Corpo de Bombeiros coronel Charles Alexandre Vieira os homens já estão prontos para se deslocar à região. O próximo passo é alinhar os detalhes, como o ponto de encontro e o local de atuação dos militares catarinenses.

- Já estamos com três caminhonetes, um caminhão e 12 bombeiros militares equipados, aguardando apenas as orientações da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) - explica o comandante

O comandante-geral ainda destaca que o envio de bombeiros militares e veículos não traz prejuízo ao trabalho realizado pela corporação em Santa Catarina.

- Nós temos um modelo de forças-tarefa, com pessoal treinado para atuar especificamente em ações extraordinárias como essa, por isso o deslocamento não influencia no dia a dia do Corpo de Bombeiros Militar. A população catarinense pode ficar tranquila que continuará bem atendida - ressalta o coronel.

No último sábado, 24, o governador já havia colocado recursos humanos e materiais à disposição do Governo Federal para auxiliar nos combates a incêndio na região Amazônica.

 

Por Redação CBN Diário

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo