Santa Catarina, Indústria e Sustentabilidade

Atualmente, pelo extremo consumismo, os recursos naturais poderão se esgotar. As indústrias são as principais consumidoras dessas matérias-primas, dessa forma cabe a elas preservar os recursos naturais desenvolvendo projetos sustentáveis. Em nosso estado (Santa Catarina) existem empresas que buscam não apenas lucros e desenvolvimento, mas se preocupam com o bem estar da população e sustentabilidade.

Vejamos algumas delas:

A empresa Bunge Alimentos tem como desafio principal o crescimento expressivo, sem agredir o meio ambiente. Para divulgar e espalhar a ideia de sustentabilidade, a Bunge elabora e compartilha publicações e cartilhas sobre agricultura, meio ambiente e o seu Relatório de Sustentabilidade.

A Tigre reduziu o desperdício e consumo de água com a manutenção dos equipamentos para evitar vazamentos; utilização de torres secas; captação de água da chuva; utilização de torneiras econômicas e programas de conscientização, além de substituir aço e ferro em seus materiais por PVC.

A Malwee mantém áreas de preservação ecológicas desde sua fundação, já no ano 2000, trocava o óleo BPF por gás natural. De forma espontânea e inovadora, foi pioneira no segmento têxtil a neutralizar os gases do efeito estufa, recebendo o selo carbono livre.

A Aurora incentiva projetos sustentáveis como a “Turminha da Reciclagem”, um projeto realizado em parceria com a fundação Aury Luiz Bodanese que incentiva e educa as crianças a preservar e a cuidar do meio ambiente.

Na Embraco a sustentabilidade está presente no investimento para desenvolvimento de produtos que economizam energia, consumem menos matéria prima e utilizam gases refrigerantes naturais, inofensivos a camada de ozônio.

A COPOBRAS mantém seu processo produtivo na máxima redução de impactos ambientais. A empresa é parceira de empresas de reciclagem para que seu produto seja transformado em outros produtos.

A Irani possui uma área de Gestão para sustentabilidade que tem como missão reforçar e espalhar os conceitos de sustentabilidade.

A Alfa viabiliza programas que buscam melhorar o desenvolvimento e a produção de acordo com as leias da natureza, uma maneira eficaz de poupa-la de ações destrutivas.

A TUPY mantém áreas florestais localizadas em regiões de preservação permanente em SC. Essas áreas abrigam nascentes e espécies de árvores e animais sobre risco de extinção.

Na Portobello há uma política de Responsabilidade Social mantida por funcionários para analisar, sugerir e assessorar a empresa nas ações sociais.

A Intelbras possui, entre outros programas, o Programa Preserve, onde a coleta dos resíduos gerados na empresa é feita de forma adequada.

A TEKA, adota uma política que assegura o atendimento da legislação e procura ir além, proporciona a redução de impactos provocados por sua atividade com ações como tratamento de água e fluidos e produção de energia renovável.

Vale lembrar que pequenas empresas, recebem ajuda de instituições como o SENAI para promover ideias sustentáveis. O SENAI traz inovações verdes às indústrias com o intuito de espalhar a ideia de sustentabilidade sem diminuir o nível de produção.

Ideias como: construção de uma casa com 85% menos de desperdício de materiais e em até seis vezes, menos tempo. “As paredes, por exemplo, receberam reforços estruturais para ficarem mais robustas e possibilitarem fixação de móveis em qualquer lugar da parede, costume do consumidor brasileiro”, explica Caio Bonatto, diretor da Tecverde.

Outro ajuste foi o reforço nas estruturas contra umidade tanto no exterior quanto no interior da casa, pois no Brasil a umidade é mais agressiva do que na Europa.

Autores do Release.

Professoras:

Eliane Mafra e Renata Müller Schuhmacher

Alunos:

Renato Raimundo (1º Ano II)

Geovana Vanessa Kavikioni (1º Ano I)

Jean Linhares ( 1º Ano I)

Rafaela Carolina Kreusch (1º Ano I)

Emanoela de Oliveira e Silva (2º Ano I)

Juliane Eduarda Scheidt (2º Ano I)

Eduarda Elvira Kreusch ( 2º Ano I)

João Eduardo Kreusch (2º Ano II)

Tayla Cristina Guchert (2º Ano II)

Jordano Gilberto Eger (3º Ano II)

Pierre Capistrano Lopes (7º Ano II)

Izadora luiza Sperber (1º ano II)

Outras Notícias

PUBLICIDADE