PT oficializa candidatura de Cláudio Vignatti ao governo de Santa Catarina

Enviar no WhatsApp
PT oficializa candidatura de Cláudio Vignatti ao governo de Santa Catarina

Vignatti voltou a dizer que vai extinguir as secretarias regionais do Estado (Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS)

Vagas de vice e senado ficaram em aberto e serão definidas até sexta-feira

Após convenção realizada no Clube 1º de Junho, em São José, o PT homologou a candidatura do ex-deputado federal Claudio Vignatti ao governo do Estado. Diante da possibilidade de coligar-se com o PP (que realizava convenção no mesmo horário), os petistas decidiram de última hora não lançar nome para senador e vice-governador, vagas que ficaram em aberto e serão sexta-feira.

O encontro estava marcado para as 19h, mas só começou por volta das 20h de ontem. O atraso se deu porque Vignatti estava reunido com lideranças do PP em tratativas para trazê-lo para a chapa. 

Em seu discurso, Vignatti voltou a dizer que pretende extinguir as secretarias regionais do Estado e endereçou críticas a Colombo:

— Não é ele que governa o Estado. Essa postura frouxa não pode ser admitida em um governador.   

A ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Ideli Salvatti, participou da convenção e afirmou "que assim como Dilma está mudando o país, Vignatti vai mudar Santa Catarina". 

Além de aprovar o plano de governo baseado em eixos de "desenvolvimento econômico sustentável, desenvolvimento social e gestão democrática", o partido também oficializou a candidatura de 15 deputados federais e 31 estaduais. 

Ao final da noite, depois de encerrada a convenção do PT, o PP fechou acordo com o PSDB de Paulo Bauer.

DIÁRIO CATARINENSE

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo