Professores debatem educação rural em Atalanta

Professores debatem educação rural em Atalanta

Divulgação

Cerca de 60 professores de 23 escolas dos municípios de Agrolândia, Agronômica, Atalanta, Ituporanga, Petrolândia e Rio do Sul, reuniram-se na sexta-feira, dia 12, no Parque de Exposições Prefeito Virgílio Scheller, em Atalanta/SC, para o Seminário Regional de Educação Rural, da Região de Atuação Rio do Sul e Ituporanga, do Projeto Verde é Vida, da Afubra. O objetivo dos seminários – que ocorrerão em todas as RAs do Projeto, nos três estados do Sul do Brasil – é redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra, no tocante à Educação Rural.

A abertura do encontro foi realizada pela gerente da filial da Afubra de Rio do Sul, Armelita de Pin Laux, que destacou a importância dos professores no Projeto. “Sem os professores, não conseguiríamos fazer os trabalhos darem certo nos municípios”, disse a gerente. O vice-prefeito de Atalanta, Tarcísio Edegar Hillesheim, enfatizou que, para Atalanta, é importante participar do Projeto Verde é Vida, já que o município conta com o Parque Mata Atlântica. A palestra do Seminário foi realizada por Leonir Claudino Lanznaster, sobre a Educação Ambiental Rural e o Trabalho com os Jovens.

Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções. Nesta, destacam-se: conhecer a comunidade; buscar parcerias; capacitação dos professores; permanência das escolas rurais; criação de oficinas.

REVISTA VERDE É VIDA

Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

Departamento de Comunicação Afubra

Outras Notícias

PUBLICIDADE