Procuradoria de Justiça sinaliza que não houve fraudes em licitação para compra de cascalho em Ituporanga

Em novembro de 2015 ex-prefeito, empresário e ex-servidor público haviam sido condenados em primeira instância pela suposta fraude.

Enviar no WhatsApp

Procuradoria de Justiça do Estado de Santa Catarina discorda de sentença do Juiz da Comarca de Ituporanga e sinaliza que não houve fraudes em licitação para compra de cascalho.

Em novembro de 2015 ex-prefeito, empresário e ex-servidor público haviam sido condenados em primeira instância pela suposta fraude. O processo ainda segue em julgamento e é passível de recursos.

As informações na entrevista de João Sérgio.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo