Prefeitura de Rio do Sul encerra o ano com a entrega de 556 unidades habitacionais

Prefeitura de Rio do Sul encerra o ano com a entrega de 556 unidades habitacionais

Assessoria de Imprensa

A Prefeitura de Rio do Sul, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, realizou na manhã deste domingo (20), a solenidade de entrega das chaves às famílias que foram sorteadas para receber um dos apartamentos do Residencial Ataíde Generoso Fernandes (Marajó), localizado no bairro Progresso, em Rio do Sul.

Das 128 famílias beneficiadas, 14 não compareceram ao evento para receber as chaves da casa própria. Para o prefeito Garibaldi Antônio Ayroso, o Gariba, foi um grande desafio conseguir fazer a entrega dos apartamentos antes do Natal. “Com idas e vindas da nossa secretária a São Paulo, na superintendência do Banco do Brasil e também as visitas em Brasília, ao Ministério das Cidades e com o auxílio de nossos servidores conseguimos entregar esse presente de Natal a estas pessoas que hoje realizam o sonho da casa própria”, comemora.

A família do homenageado com o nome do residencial foi representada por Rogério Fernandes, que agradeceu ao prefeito e ao Legislativo rio-sulense a homenagem ao seu pai, Ataíde Generoso Fernandes (Marajó), que além de ser um grande músico, foi um dos principais artistas da história rio-sulense. Emocionado, Fernandes destacou a importância desse trabalho para centenas de pessoas. “Tenho certeza que meu pai está muito feliz com esta singela homenagem, pois ela faz parte da realização de muitas pessoas de conseguiram alcançar o sonho da casa própria.

A secretária de Assistência Social e Habitação, Maria Helena Zimmermann, explica que até o fim do ano o Departamento de Habitação da Prefeitura de Rio do Sul deverá concluir a entrega de 556 unidades habitacionais. “No ano passado foram entregues as 128 unidades no bairro Rainha. Hoje concluímos a entrega de mais 128 unidades para o bairro Progresso e amanhã, mais 300 unidades no bairro Barra do Trombudo”, explica.

O sonho da casa própria

Após três décadas pagando aluguel, Tânia Regina Pereira, vai começar a preparar o novo lar para abrigar ela, a filha e o marido. Atualmente, Tânia usa metade do salário como auxiliar de serviços gerais para pagar o aluguel da casa em que vive no bairro Canoas, além de ter grande parte da renda comprometida, ela já enfrentou três enchentes. A partir de agora a intensão é mobiliar a casa com o dinheiro que vai sobrar do aluguel. O primeiro plano é instalar as cortinas e trazer o tapete novo que ganhou das colegas de trabalho, mas o que vai de fato decorar o apartamento é o sorriso no rosto da proprietária. “É muita felicidade, um sonho realizado, o dinheiro do aluguel não volta mais, mas o que pagarmos a partir de agora é para pagar algo que é nosso”, diz Tânia.

Desde que veio para Rio do Sul há seis anos, a recifense, Maria Bernadete dos Santos, enfrenta uma triste realidade, para pagar um aluguel mais barato teve que optar por uma casa próxima ao rio e conta que já perdeu tudo diante nas diversas enchentes que ocorreram neste período. “Eu perdi tudo, mas vou vir pra cá com meus dois colchões e o coração cheio de alegria”, comemora. Falta um mês para acabar o contrato dela de aluguel, serão dias de muita ansiedade aguardando a mudança e de uma felicidade muito comemorada por toda a família. “Nosso custo de vida é bem alto, pagamos R$ 600,00 de aluguel, minha filha precisa de alguns medicamentos especiais, mas agora vamos pagar muito menos por um apartamento que vai ser nosso”, destaca.

Unidade da Barra do Trombudo será entregue amanhã

Os sorteados para receberem uma das unidades habitacionais do residencial Marcolino Martinho Felippe, na Barra do Trombudo, também podem comemorar. Na segunda-feira, 21, os representantes das 300 famílias beneficiadas devem se dirigir até o Bloco G da Unidavi, entre 8h e 15h, para a assinatura do contrato. Eles devem ter em mãos o RG, CPF, Certidão de Nascimento e/ou de Casamento, mais R$ 100, referente a taxa de condomínio.

O engenheiro da empreiteira responsável pela obra, Alexandre Melchioretto, destaca que nenhum município de Santa Catarina realizou a gestão e entrega de tantas unidades habitacionais como Rio do Sul. Além disso, afirma que o residencial construído na Barra do Trombudo é o maior empreendimento localizado entre a região do Planalto Serrano Vale do Itajaí. “Hoje Rio do Sul se destaca como um município que faz com excelência a gestão de recursos para financiamentos de unidades habitacionais populares. Importante parabenizar o prefeito, os servidores que realizaram este trabalho e, principalmente, as famílias beneficiadas”.

Os apartamentos possuem 43 metros² e receberam adaptações de acessibilidade necessárias, de acordo com os dados repassados pelo Departamento de Habitação da Secretaria de Assistência Social e Habitação do município. As três obras contaram com investimento de cerca de R$ 33 milhões. As habitações são direcionadas a famílias selecionadas pela Faixa 1 do Programa, que corresponde a unidades familiares com renda mensal de até R$ 1,6 mil e que nunca tenham sido beneficiadas por financiamentos disponibilizados por programas sociais de habitação.

O evento contou com a participação do prefeito de Rio do Sul, Garibaldi Antônio Ayroso, o Gariba, da secretária de Assistência Social e Habitação, Maria Helena Zimmermann, a Kika, do deputado Estadual Jean Kuhlmann, do gerente de relacionamento do Banco do Brasil, entidade responsável pela gestão dos financiamentos, Eliazar Branger, do engenheiro da construtora Melchioretto e Sandri, Alexandre Melchioretto, além de vereadores, secretários municipais e representantes da comunidade.

Diário Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE