Prefeitura de Imbuia adota turno único

Município pretende gerar economia com horário de atendimento diferenciado.

Prefeitura de Imbuia adota turno único

Foto: Arquivo/DAV

 

Economizar. Essa é a justificativa do prefeito João Schwambach (PMDB) em adotar turno único de atendimento na Prefeitura de Imbuia. A medida vai valer a partir da próxima segunda-feira (30).

Para o prefeito essa é uma tendência nas prefeituras da região. “A maioria dos municípios já estão fazendo esse turno único, e pra economizar vamos adotar aqui no nosso município também. Fizemos reuniões, conversamos com todos os setores para que o atendimento a população não seja prejudicado, é só questão de organização das pessoas”, justifica.

O turno único de atendimento só não será utilizado para a Secretaria de Saúde. As demais pastas, Secretaria de Obras, Secretaria de Agricultura, Secretaria de Educação e os setores ligados diretamente à administração no prédio da Prefeitura funcionarão das 7h às 13h. “Pedimos a compreensão de toda a população, em especial dos agricultores que precisam fazer as transações relacionadas aos blocos de notas, que se atentem a esse novo horário”, explica o prefeito.

Na área da saúde, também será adotado um novo horário de atendimento, porém nessa pasta, haverá a extensão do horário de funcionamento. “Conversando com as equipes que atendem no Posto de Saúde do Centro, conseguimos dividir as equipes de atendimento, e conseguimos fixar dois turnos: das 6h30 às 12h30 e das 12h30 às 18h30, vamos fazer 12h de atendimento pra população, facilitando o acesso para as pessoas”, explica.

Transporte escolar suspenso no período noturno

Também como forma de economizar, a administração do município de Imbuia decidiu suspender o transporte escolar no período noturno a partir de 2018. De acordo com o prefeito foi feito um levantamento e foi constato que o número de alunos é pequeno para que justifique que todos os ônibus estejam em circulação no período na noite.

“Queremos proporcionar o transporte escolar para quem precisa, mas não podemos circular com um veículo em comunidades distantes para levar apenas um aluno. É questão de economia e organização”, justifica o prefeito João Schwambach (PMDB).

Para tomar a decisão a administração se reuniu com a direção da E.E.B. Frei Manoel Philippi para ver da possibilidade de absorver os alunos nos demais períodos. “Antes de tomar a medida nos certificamos se havia vagas para esses alunos, nos turnos matutino e vespertino, já que no período noturno a escola atende apenas o Ensino Médio, e como são poucos os alunos, há dificuldade para fazer o remanejamento”, explicou.

O prefeito acrescenta que não vai haver perdas para os alunos, já que os mesmos continuarão usufruindo do transporte escolar. “É preciso apenas uma adequação. Os pais quando forem fazer a rematrícula, precisam ficar atentos a isso. E pedimos a compreensão para que os pais entendam que se trata de uma medida de economia”, comenta.

 

Por Adriane Rengel

Diário do Alto Vale 

Outras Notícias

PUBLICIDADE