PMSC Mobile deve ser implantado

PMSC Mobile deve ser implantado

Foto: DAV/Reprodução

Os municípios da região do Alto Vale deverão contar, em breve, com o PMSC Mobile, uma tecnologia inédita no país que promete agilizar o atendimento de ocorrências. As viaturas das cidades serão equipadas com um tablet que tem acesso em tempo real ao sistema de registro de ocorrências, e com uma impressora térmica que permite Registro de Ocorrência e assinatura de Termo Circunstanciado (TC) no local. De acordo com o comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar de Rio do Sul, tenente coronel Dionísio Tonet, o novo sistema vai gerar uma economia de tempo que pode fazer a diferença na resposta aos chamados.

A interligação de sistemas, com acesso à consulta de placas de veículos, localização exata de chamados com especificação da natureza da ocorrência e indicação de viaturas mais próximas, foi totalmente desenvolvida pela Polícia Militar de Santa Catarina. Dentro do veículo o policial consegue consultar ferramentas como o Google Maps, o Waze e Whatsapp.

Os primeiros testes remotos ocorreram em Florianópolis, e no início do ano, os equipamentos começaram a ser instalados nas viaturas em Balneário para os testes reais. Agora, os demais municípios já começam a viabilizar a compra do kit, como é o caso de Rio do Sul. “Com a vinda desse kit, que é o tablet e a impressora térmica, temos a possibilidade de ter na rua tudo isso de forma digitalizada e online. Nós temos hoje 11 tipos de formulários para atendimento de ocorrência, isso vai ser substituído tudo por equipamentos digitais”, explica Tonet.

Segundo o comandante, a expectativa é de que o tempo utilizado em todo o processo de preenchimento de formulários, que hoje leva em torno de 50 minutos, seja reduzido para 10 minutos com a implantação do sistema. “Também teremos um ganho no talonário eletrônico de autuação. Isso será feito digitalmente através desse aplicativo e acreditamos que em dois minutos, no máximo, ele já conclua o auto com ele já incluso no DetranNet”, destacou.

O projeto da Polícia Militar de Santa Catarina é inédito no Brasil e já tem atraído a atenção de outros estados interessados na funcionalidade do sistema interligado. “É o único no país e vai ser colocado à disposição das outras polícias. Isso faz com que tenhamos avanços tecnológicos e ganho de tempo”, disse Tonet.

Para o comandante, o novo sistema trará mais credibilidade aos serviços prestados pela PM. “Outra vantagem é a desnecessidade de fazer uso do papel, isso vai ficar tudo armazenado de forma virtual. Temos ainda a carência de efetivo, que vai ser cada vez maior e isso faz com que o tempo do policial seja melhor utilizado. Há um ganho substancial com esse novo sistema”, conclui.

Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE