Plano Plurianual é debatido em encontro da Ucavi

Enviar no WhatsApp
Plano Plurianual é debatido em encontro da Ucavi

Os legisladores municipais da região se reuniram em Lontras (Foto: DAV/Reprodução)

Os legisladores municipais da região se reuniram em Lontras, para debater a elaboração e a análise do Plano Plurianual (PPA). O encontro foi promovido pela União de Câmaras e Vereadores do Alto Vale do Itajaí (Ucavi).

O tema foi debatido em uma hora considerada crucial, segundo o presidente da Ucavi, Elcio Bonacolsi, as câmaras têm prazo para analisar as propostas encaminhadas pelo Executivo, após a realização de consulta pública. “Os municípios têm que fazer as audiências públicas, acredito que a grande maioria já fez, até porque existe um prazo para o Executivo entregar para o Legislativo analisar o projeto. As câmaras terão 30 dias de prazo para fazer análise, emendas e aprovar os projetos para depois ser colocado em prática”, comentou.

O PPA é o planeamento feito sempre no primeiro ano de um mandato e que perdura pelos quatro anos seguintes, o que implica o primeiro ano do exercício do próximo mandato. “São metas, nós colocamos aqui as ideias no papel para serem executadas nesses quatro anos”, disse a presidente da Câmara de Vereadores de Lontras, Alaídes Kahl.

Dezenas de vereadores compareceram ao Centro de Convivência do Idoso, local que foi reservado para a reunião, o tema foi apresentado pelo técnico contábil e funcionário da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), Valmir Batista. Durante a fala o palestrante reforçou a importância e o peso que o Legislativo também tem sobre o resultado do PPA. “É de iniciativa do Executivo a elaboração, mas é muito importante a participação dos vereadores não só na análise do planejamento ou projeto que o Executivo encaminha para o Legislativo, mas que eles acompanhem também toda a busca junto à sociedade, faça uma avaliação do interesse comum, do interesse público”, explicou Batista.

Os vereadores também terão que fazer consulta pública para que o PPA avance. “As câmaras de vereadores pela primeira vez também terão que fazer audiências públicas, antes não era necessário”, lembrou o presidente da Ucavi.

O assunto também foi acompanhado por representantes do Executivo. O prefeito de Atalanta, Juarez Miguel Roderne, o Sassá, representou a Amavi na reunião. “Os vereadores vão programar os próximos governos, então eles têm que analisar, ver o que é bom para a comunidade e ver com responsabilidade a aplicação do dinheiro”, declarou.

O prefeito de Lontras, Marcionei Hillesheim, também acompanhou o assunto e comentou a importância que o PPA tem para a realização de obras e ações nos municípios. “Quem prometeu na campanha política agora tem que pôr no PPA para poder cumprir, é fundamental fazer um PPA bom, que vai ser o que pode ser feito nesses próximos quatro anos”, concluiu.

 

Por Albanir Júnior

Diário do Alto Vale 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo