Padrasto é preso suspeito de estuprar menina com deficiência física em Aurora

Criança de 10 anos tinha lesões no rosto e ferimentos nos órgãos genitais.

Homem de 30 anos foi denunciado pela mãe da menina pela agressão. Um homem de 30 anos é suspeito de estuprar a enteada de 10 anos portadora de deficiência física em Aurora, no Alto Vale do Itajaí. Segundo a Polícia Civil de Rio do Sul, o caso ocorreu na tarde de sábado (2). Examinada por um legista, a menina tinha marcas de lesões no rosto e machucados nos órgãos genitais.

A mãe da criança, de 39 anos, acusou o marido da tentativa de estupro. Segundo depoimento à Polícia Militar, ela afirma que quando chegou em casa, na Rua Seis de Julho, por volta das 19h, retirou as fraldas da filha e havia um forte sangramento no local. O irmão da vítima, que estava na residência, relatou a mãe como haveria ocorrido o ato. 

O homem de 30 anos foi encaminhado para a Delegacia de Polícia da Comarca de Rio do Sul e responde a acusação. Ele nega a autoria do crime. A criança foi encaminhada ao hospital acompanhada da mãe e do conselho tutelar. 

G1SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE