OPERAÇÃO ALCATRAZ: Justiça concede habeas corpus para Luiz Hesmann

Para a libertação foi estabelecida uma fiança de 300 salários mínimos, cerca de R$ 280 mil

A justiça concedeu nesta terça-feira, 10, o habeas corpus a pedido da defesa do ex-presidente da Epagri e ex-prefeito de Ituporanga, Luiz Hesmann (MDB), que é um dos réus na Operação Alcatraz.

Hesmann terá que pagar a fiança.

A decisão tomada em colegiado pela 7ª turma do TRF4, concedeu a liberdade de forma unânime, para que Hesmann possa responder ao processo em liberdade. Porém, para a libertação foi estabelecida uma fiança de 300 salários mínimos, cerca de R$ 280 mil.

De acordo com o advogado, Marlon Bertol, enquanto não conseguir pagar a fiança, Hesmann seguirá preso na penitenciária de Florianópolis. Bertol tenta reduzir o valor.

Os demais presos, Nelson Castello Branco Nappi Júnior, e Maurício Rosa Barbosa seguem presos, sob o argumento de que as investigações no entorno dos dois ainda não estão concluídas.

Autor Texto: Marcelo Lula/O Radar da Política Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE