Obras da SCGÁS são retomadas no Alto Vale

Rede de distribuição de gás natural deve chegar a Trombudo Central até o fim do ano e em Pouso Redondo em 2020.

Enviar no WhatsApp
Obras da SCGÁS são retomadas no Alto Vale

Foto: Elisiane Maciel / Diário do Alto Vale

 

As obras da SCGÁS foram retomadas no Alto Vale com o início da quarta etapa do Projeto Serra Catarinense, um dos maiores projetos de ampliação da infraestrutura de distribuição de gás natural em execução no Brasil. Os trabalhos iniciaram em Laurentino e nesta primeira fase seguem até Trombudo Central, com a previsão de conclusão para o fim deste ano ou início de 2020.

Ao todo serão implantados 12 quilômetros de gasodutos do trevo de acesso de Laurentino ao trevo de acesso de Trombudo Central e os investimentos direcionados para o trecho são de cerca de R$ 12 milhões com previsão de término para o fim deste ano. Os trabalhos estão sendo realizados a margem da BR-470, entre o Km 150 e o Km 162.

De acordo com o engenheiro da SCGÁS da base de Rio do Sul, Leandro Zimmermann, o projeto começou a ser executado em 2012, por etapas, levando o gás natural em direção ao Planalto Serrano. “Essa obra, ramal Serra, na verdade já está sendo executada desde 2012, teve uma pausa há uns anos e os trabalhos foram retomados na terceira semana de maio neste trecho que vai de Laurentino até Trombudo Central. Esta é a quarta etapa do projeto inteiro e a previsão é de acabar este trecho até o fim deste ano ou início do ano que vem”.
Zimmermann disse ainda que a Companhia planeja dar início em agosto, à segunda fase da etapa, que consiste na implantação de 22 quilômetros de rede de distribuição que vão de Trombudo Central a Pouso Redondo. O contrato já está assinado e as obras desse trecho devem ser finalizadas em 2020. “A gente já está com a sequência do projeto que vai de Trombudo Central até Pouso Redondo, já está licitado e já tem previsão de início das obras para este ano”.

Para o presidente da SCGÁS, Willian Anderson Lehmkuhl, as obras atendem clientes industriais e postos de GNV ao longo da BR-470 e vão possibilitar a saturação de novos clientes futuramente na região. “O gás natural tem se mostrado indispensável no aumento da competitividade e produtividade empresarial, na geração de emprego e renda e, consequentemente, para o desenvolvimento econômico dos municípios catarinenses”.

Projeto Serra Catarinense

Idealizado para promover a interiorização e democratização da oferta do gás natural em Santa Catarina, o Serra Catarinense começou a ser executado em 2012. A primeira etapa contemplou os municípios de Indaial e Ascurra, enquanto a segunda seguiu até Ibirama. Na terceira etapa, finalizada em 2016, a implantação dos gasodutos avançou até a cidade de Rio do Sul. Agora o projeto segue em direção ao Planalto Serrano e a fase final levará a rede de distribuição até o município de Lages.

 

Por Elisiane Maciel / Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo