Maristela Stringhini, arrastada por carro em acidente em Rio do Sul, deixa o hospital nesta terça-feira

Maristela Stringhini, arrastada por carro em acidente em Rio do Sul, deixa o hospital nesta terça-feira

Maristela Stringhini ao lado da irmã Marli (Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS)

Depois de 93 dias no hospital e 14 cirurgias, ela receberá alta médica e poderá voltar para casa, em Lages

Nesta terça-feira, Maristela Stringhini deixa o Hospital Regional do Alto Vale, em Rio do Sul, após 93 dias internada na unidade de saúde. A mãe, Ana Lidia Alves, não vê a hora que a filha volte a Lages. A alta está marcada para as 15h, mas toda a família já está no Alto Vale para comemorar.  

— Estou muito feliz. Não vejo a hora de ela chegar em casa. É uma alegria levar a filha inteira e sorrindo para casa. Não tem dinheiro que pague — falou a mãe de Maristela, Ana Lidia Alves.

Emocionada, a mãe contou que esta segunda-feira foi de muita alegria, mas de tristeza também. Maristela chorou ao se despedir de toda a equipe médica que cuidou dela com tanto carinho desde que foi arrastada por cerca de 800 metros presa embaixo de uma carro, após um acidente de trânsito.

— Ela criou um vínculo familiar nestes três meses e chorou muito ao se despedir de cada pessoa que fez parte da vida dela neste período — contou Ana Lidia.

Além da comemoração da alta, Maristela celebra nesta segunda-feira o aniversário da filha Vitória. Ela completa 13 anos ao lado da mãe, da avó e das tias no hospital.

Apesar da alta, Maristela vai continuar o tratamento com o cirurgião plástico, Amir El Haje, em Rio do Sul. Uma vez por semana ela terá que ir a Rio do Sul para fazer curativos e se preparar para a cirurgia plástica, que deve ocorrer em seis meses.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Outras Notícias

PUBLICIDADE