Justiça proíbe propaganda política em que Tiririca imita Roberto Carlos

Após a polêmica envolvendo a propaganda política do candidato à reeleição Tiririca (PR-SP), o juiz Márcio Teixeira Laranjo, da 21º Vara Cível de São Paulo, decidiu proibir que o deputado federal utilize em sua campanha uma versão da música "O Portão", de Roberto Carlos.

No mês passado, a produtora EMI, responsável pela obra de Roberto Carlos, ingressou com um pedido para a suspensão do uso da música nas propagandas por considerar que se tratava de violação de direitos autorais. Porém, Tiririca continuou a utilizar a música em sua campanha.

Caso a decisão não seja cumprida, o candidato poderá pagar multa entre R$ 2 mil e R$ 100 mil. Segundo o juiz, "deve prevalecer a garantia dos direitos autorais na obra utilizada na paródia". Tiririca foi o deputado federal mais votado do País nas eleições de 2010 com 1,3 milhão de votos.

No vídeo, Tiririca imita Roberto Carlos e faz uma adaptação da música "O Portão" em que ele pede votos e indica que o cantor iria votar nele. Além disso, o candidato também brinca com a recente propaganda de Roberto Carlos para a Friboi.

MSN

Outras Notícias

PUBLICIDADE