Hospital Bom Jesus realiza bazar com mercadorias da Receita Federal

Produtos serão comercializados na próxima terça-feira. A cota por pessoa é de 700 reais.

Hospital Bom Jesus realiza bazar com mercadorias da Receita Federal

Foto: Divulgação

O Hospital Bom Jesus (HBJ) de Ituporanga, foi beneficiado mais uma vez com um lote de mercadorias apreendidas pela Receita Federal. As mercadorias serão comercializadas por meio de bazar que será realizado na próxima terça-feira, 18, no Salão da Amizade, localizado nas imediações do HBJ. Serão comercializados brinquedos, utensílios para cozinha, tablets, adesivos e canetões escolares.

O atendimento será realizado entre as 8h e as 20h, sem intervalo para almoço. “As pessoas interessadas em adquirir as mercadorias, receberão senha e terão 20 minutos para escolher os produtos. É preciso apresentar identidade e CPF e as compras são limitadas ao valor de R$700,00”, explica a diretora do HBJ Edelir Stupp.

Ainda entre as regras para aquisição de mercadorias, está à necessidade de ser pessoa física, o pagamento precisa ser feito em dinheiro, não será aceito cheque ou cartão de crédito, não é permitida a entrada de pessoas com acompanhantes e nem a entrada de pessoas com bolsa.

O lote de mercadorias que será comercializado esta avaliado pela Receita Federal em R$79 mil. Os recursos arrecadados com a venda dos produtos serão destinados para realizar melhorias dentro da instituição. “Precisamos fazer a troca do piso da maternidade que há pelo menos 30 anos não recebem melhorias. São 300 m² que precisam ser trocados. Já fizemos o levantamento de custos e para fazer a troca de toda essa metragem vamos precisar de cerca de R$ 120 mil. Por isso convidamos que toda a comunidade prestigie e auxilie o HBJ na arrecadação desse recurso”, completou a diretora.

Critérios de atendimento bazar:

- As mercadorias somente serão vendidas a pessoas físicas;

- Só poderá realizar suas compras mediante a apresentação de identidade e CPF;

- O tempo para realização das compras por pessoa é de 20 minutos;

- Não será permitida a entrada de pessoas com acompanhantes;

- Não será permitida a entrada de pessoas com bolsa;

- O valor máximo de compra por pessoa é de R$700,00; No caso de algum produto cujo preço unitário ultrapasse este valor, a compra se restringirá a este bem apenas.

- Pagamento apenas em dinheiro, não sendo aceito cheque ou cartão de crédito.

 

Por Authentica Comunicação Integrada

Outras Notícias

PUBLICIDADE