Homem que abusou das enteadas é condenado a 61 anos de prisão

Homem que abusou das enteadas é condenado a 61 anos de prisão

Imagem Ilustrativa

O padrasto que abusou das enteadas de 6 e 4 anos de idade, na região de Presidente Getúlio, em Santa Catarina, foi condenado a 61 anos, 9 meses e 20 dias de prisão, em regime inicialmente fechado. A sentença proferida na última semana atende aos pedidos do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), que ofereceu denúncia contra o réu em 6 de junho de 2014. 

A Promotoria de Justiça alegou que o padrasto praticou estupro de vulnerável contra as duas enteadas por inúmeras vezes. O estupro foi consumado com uma das vítimas e a outra sofreu atos libidinosos. A prisão preventiva do acusado, decretada ainda no curso da investigação, foi mantida com a sentença de 1º grau. Com isso, o réu poderá recorrer da decisão, mas na prisão. Como se trata de um crime contra crianças, o processo corre em segredo de Justiça, impedindo a identificação dos envolvidos.

Atuou pelo MPSC o Promotor de Justiça Rodrigo Cesar Barbosa, da comarca de Presidente Getúlio, e pela defesa o advogado Francis Patrick Kietzerc. A Juíza de Direito foi Shirley Tamara Colombo de Siqueira Woncce. 

Fonte: Ministério Público em Santa Catarina

Outras Notícias

PUBLICIDADE