Gestão do tempo é destaque em lançamento do Núcleo Mulher Empreendedora de Ituporanga

Palestra que marcou a oficialização do grupo reuniu mais de 100 pessoas no auditório da Câmara de Vereadores do município.

Enviar no WhatsApp
Gestão do tempo é destaque em lançamento do Núcleo Mulher Empreendedora de Ituporanga

Fotos: Divulgação

 

Administrar a vida pessoal e profissional pode ser, nos dias de hoje, um desafio árduo para muitos. A dificuldade se aplica até mesmo para mulheres, que já possuem a capacidade característica do gênero de delegar diversas funções paralelas.  Por isso, a gestão do tempo foi a temática escolhida para a marcar o lançamento do Núcleo da Mulher Empreendedora (NUME) de Ituporanga. A palestra “Quantas horas tem o seu dia?” realizada nesta terça-feira, dia 25, reuniu na Câmara de Vereadores mais de 100 pessoas que compareceram para compreender melhor o que pode prejudicar e otimizar o tempo, em meio à rotina atribulada.

Por meio de dinâmicas, a Master Business Coaching, Assistente Social e atual coordenadora do NUME de Ituporanga, Márcia Schmitt, ilustrou de maneira clara, a importância de planejar prioridades. Com uso do celular, a palestrante chamou atenção para a quantidade de tempo perdida com distrações diárias a partir do uso do aparelho.

“O celular é uma ferramenta importante para otimização do tempo, desde que seja utilizado de maneira adequada. Há uma diferença entre o tempo perdido e tempo investido com determinadas atividades. Tudo dependerá do que é prioridade no momento para quem realiza a tarefa”, introduz a palestrante e coordenadora do NUME de Ituporanga, Márcia Schmitt. 

Ferramentas de Produtividade

O encontro destacou a relevância da escolha de prioridades para aumentar o foco produtivo. Uma das dicas, segundo Márcia, é jamais fugir do planejamento. Delegar e terceirizar tarefas também auxilia na administração eficiente das horas. “Temos uma tendência natural à procrastinação. Nosso cérebro prioriza o que é mais prazeroso. Por isso, é fundamental listar cada prioridade, anotar em uma agenda o que deve ser feito em determinados dias e horários, especificando o que pode ser delegado a alguém no momento e o que pode ser terceirizado, ou seja, ensinado a alguém para otimizar o seu tempo”, explica a coach.  

O planejamento, segundo Márcia, pode ser feito preferencialmente no início da semana, logo de manhã ou no final de semana. “No domingo, ao final do dia ou na segunda-feira, liste tudo o que você precisará fazer, como e quando, incluindo todas as ações importantes de maneira geral. Após isso, analise e escolha novamente entre elas, quais os seus objetivos maiores em conformidade com a sua missão de vida, o que você quer deixar como legado em uma construção diária”, afirma.

Bloqueio de Agenda

O uso da agenda é um recurso comum, mas que pode ser utilizado de maneira ainda mais inteligente, de acordo com a coach. “Liste as prioridades da sua segunda análise de metas, listando dias e horas da semana. Isso chama-se ‘bloqueio de agenda’ e é muito útil para enfrentar com tranquilidade a semana, auxiliando até mesmo a minimizar obstáculos com o surgimento de emergências”, explica Márcia.

As atividades priorizadas devem incluir todas as áreas, inclusive a vida familiar e social. “É importante essa inclusão para que não haja culpa pela falta de tempo na vida pessoal. Quando sentimos culpa, produzimos menos”, lembra a palestrante.

Ansiedade 

A ansiedade, caracterizada pela necessidade imediata e antecipação mental das obrigações é outro grande empecilho do dia-a-dia. O hábito cansa a mente e reduz o potencial produtivo. “Imagine um computador com várias guias abertas. Isso causa lentidão e falha, é algo normal. O mesmo acontece com o cérebro. O excesso de cobrança por vários compromissos, diminui nossa energia e nos faz brigar com nossa própria mente. Assim terminamos o dia mais cansados do que o normal, sem ter produzido quase nada”, afirma Márcia.

Uma dica para driblar a ansiedade, segundo a coach, é anotar na agenda caso seja possível, o problema ou compromisso a ser resolvido, na mesma hora em que surge na mente. Isso minimiza a ansiedade, uma vez que o cérebro tem a noção de que o problema já tem dia e hora para ser resolvido, brindando o incômodo da mente.

Doações 

De caráter beneficente, como entrada para a palestra foi solicitada a doação espontânea de um brinquedo ou mais por pessoa, resultando na arrecadação de vários brinquedos. As doações serão distribuídas em evento especial promovido pela ACEI, alusivo ao Dia da Criança, no dia 12 de outubro.

NUME de Ituporanga

Criado em junho, o Núcleo da Mulher Empreendedora (NUME) de Ituporanga é o segundo grupo de liderança feminina formado na microrregião da cebola, no Alto Vale do Itajaí. Baseado em princípios como hegemonia, protagonismo e empoderamento, o mais recente grupo de extensão da Associação Empresarial de Ituporanga (ACEI) e do Conselho Estadual da Mulher (CEME), objetiva enaltecer a atuação feminina no ramo dos negócios, incentivar a participação e valorizar o talento empresarial das mulheres.

Por meio de encontros periódicos, as participantes do NUME trocam experiências e definem ações em prol do fortalecimento da economia local. O plano de atuação do grupo será integralmente baseado nos anseios do meio empresarial, objetivando a ampliação de mercado e foco na visibilidade do empreendedorismo feminino ituporanguense. 

Mesmo com foco integral no setor econômico, as ações do Núcleo devem eventualmente agir em outras frentes, com iniciativas de cunho beneficente. A meta é priorizar iniciativas que agreguem valor ao ramo empresarial, sem no entanto, deixar de lado o viés da responsabilidade social.

De acordo com Solange Lehmkuhl, uma das fundadoras da primeira versão do Núcleo da Mulher de Ituporanga (fundado nos anos 2000), a união do empresariado feminino regional é promissora e serve de inspiração para que cada vez mais mulheres possam demonstrar o seu potencial empreendedor. 

“O evento de lançamento superou todas as expectativas e demonstrou a capacidade do Núcleo para fazer história no empreendedorismo feminino ituporanguense. O grupo tem tudo para dar certo, pois é composto por mulheres talentosas e que devem agora dar continuidade à sementinha que plantamos lá atrás”, destaca Solange.

Como integrar o Núcleo da Mulher?

Composto inicialmente por 14 participantes, o Núcleo de Mulheres Empreendedoras (NUME) de Ituporanga está aberto para a inclusão de mais participantes. A entrada de novas nucleadas (realizada duas vezes ao ano) já está prevista para o próximo mês. Qualquer mulher empresária ou que tenha em mente algum plano de negócios e queira empreender futuramente, pode integrar o grupo, inclusive residentes em outros municípios da microrregião da cebola. A condição é se tornar associada da ACEI. Para participar, basta entrar em contato através do telefone (47) 3533-2343.

 

Por Luciana Flores / Tcriativa Comunicação

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo