Festa da Cebola 2017 dá prejuízo de quase R$ 200 mil

Festa da Cebola 2017 dá prejuízo de quase R$ 200 mil

Foto: Festa da Cebola Facebook / Divulgação

A Comissão Central Organizadora (CCO), Fundação Fexponace e Administração Municipal de Ituporanga apresentam resultado financeiro da 24ª edição da Expofeira Nacional da Cebola, realizada de 6 a 9 de abril.

A intenção da equipe era que esse resultado fosse apresentado em até 10 dias após a festa, entretanto por conta de muitos fornecedores não terem entregado notas fiscais no prazo e os empenhos não serem devidamente realizados, só foi possível divulgar neste momento, quando todas as receitas e despesas puderam ser avaliadas.

De acordo com a CCO, o resultado negativo, cerca de R$ 178 mil, se deve a uma série de fatores como o momento econômico, principalmente para os produtores de cebola no período do evento. A Comissão também destaca o prazo curto para organização da festa, divulgação e venda de espaços e ingressos, já que esta começou a ser preparada apenas dois meses antes.

Apesar da receita de ingressos, passaportes e camarotes vendidos terem pago o valor investido na contratação dos artistas, ainda assim foi uma programação de grande porte, tanto em número de atrações quanto em renome dos artistas principais. Em contrapartida, os valores dos ingressos e passaportes foram bastante acessíveis, principalmente para prestígio do agricultor e morador de Ituporanga, já que grande maioria adquiriu passaporte para todos os dias por apenas R$ 25,00.

Outro ponto levantado pela CCO para este resultado, foi o apoio dos governos Federal e Estadual, estimados em R$ 200 mil, que não se concretizaram. Valores estes que inclusive foram liberados para outras edições da festa e não foram liberados nesta ocasião.

“Este é o resultado da festa. Não é o que gostaríamos e nem pelo que tanto trabalhamos, mas é um resultado verdadeiro, não temos nada para esconder do povo de Ituporanga, fizemos tudo dentro da legalidade. Iremos retribuir esse prejuízo com muito trabalho e obras para nosso município”, comentou o prefeito Osni Francisco de Fragas, o Lorinho.

Mesmo assim, os organizadores afirmam que a realização da festa foi completamente positiva para a cidade, atingindo o objetivo de colocar Ituporanga novamente no cenário nacional. A vinda do ministro da Agricultura, pela primeira vez no município, teve reflexo imediato após a reivindicação dos produtores, com o aumento do preço pago pela cebola. A presença de senadores, governador, deputados federais e estaduais ajudaram a reforçar a sinalização positiva de inúmeros recursos para a cidade.

Outro ponto positivo foi o aquecimento da economia, sentido principalmente pelos setores de alimentação, hotelaria, comércio e prestação de serviços. A festa também gerou renda através das contratações temporárias.

Para a próxima edição da festa, que começará a ser organizada neste ano, a Administração Municipal já pensa em um novo modelo, para prestigiar ainda mais o cidadão ituporanguense e o agricultor, licitando a área dos shows para diminuir o valor do ingresso para visitação e valorizar os expositores.

Assessoria Prefeitura de Ituporanga

Outras Notícias

PUBLICIDADE