Escola Municipal de Imbuia deve ser entregue no fim de 2015

Segue em andamento a obra de construção da nova Escola Municipal de Imbuia. O terreno que recebe a estrutura fica localizado no loteamento Copa 94, ao lado da nova secretaria municipal de Obras, na área central do município. Até o momento, mais de 50% dos serviços já foram executados. Inicialmente, o prazo de término era para 2016, mas segundo o prefeito Antonio Oscar Laurindo, a nova unidade de ensino pode ser inaugurada até o fim de 2015 se os serviços não atrasarem.

O local terá capacidade para atender mais de 700 alunos da rede municipal de ensino, desde o 1º ao 5º ano do ensino fundamental, segundo o prefeito será possível oferecer um ensino de melhor qualidade, com mais conforto e tecnologia. “A obra está passando os 50% de execução. Nossa previsão é que ela fique pronta ainda este ano, até porque os recursos estão assegurados. O que está atrasado é questão do cronograma, mas se a empresa quiser dar uma reforçada no serviço ela consegue concluir ainda neste ano. Eu calculo que esta seja a obra mais importante dos meus mandatos, porque é um investimento em educação necessário”, contou o prefeito Antonio Oscar Laurindo.

A nova escola contará com 2.343,50 m² de área construída e está orçada no valor de R$ 2,5 milhões, sendo que R$ 2,1 milhões são recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). Já a administração municipal entrou com uma contrapartida no valor de R$ 400 mil, cujo valor já está disponível e depositado na conta convênio. O projeto contempla 12 salas de aula, auditório, laboratórios, biblioteca, informática, secretaria, sala para um fonoaudiólogo e um psicólogo, sala dos professores, sala de artes, pátio coberto, banheiros, cozinha e área de serviço. Para as pessoas que utilizam cadeira de rodas, está sendo construída uma estrutura com rampa, para que tenham acesso a todos os pavimentos do prédio. Conforme o gestor, todo mobiliário deve ser garantido por meio do PAR ou por emenda parlamentar. O valor dos móveis da nova unidade deve ficar em torno de R$ 300 mil. "Acredito que vamos conseguir, senão vamos ter que sacrificar recurso de outra área para mobiliar a escola”, pontua.

Segundo o prefeito, a obra vai possibilitar que se municipalize o ensino fundamental. “Hoje nós temos uma quinta série, mas temos mais alunos na rede estadual que na municipal, então esse ano estamos perdendo cerca de R$ 150 mil do Fundeb, porque não temos espaço para empregar todos esses alunos. Depois, gradativamente vamos assumir outras séries, mas daí vamos nos adequar também com pessoal”. Atualmente, são cerca de 680 alunos na rede municipal de ensino de Imbuia que são divididas em três unidades de ensino, duas localizadas no interior e outra no Centro.

Com a nova unidade, novas vagas devem ser abertas nas creches do interior, já que os alunos serão realocados para a nova escola. “Hoje temos salas que atendem apenas oito alunos, então também será centralizado esse serviço. Também podemos usar as estruturas do interior como creches o que vai diminuir a fila de espera, também pagamos aluguel de uma estrutura, então essa escola vem criar alternativas para nós resolver esses problemas”, explicou.

Diário do Alto Vale 

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE