Energia eficiente chega a mais dois hospitais no Alto Vale

Energia eficiente chega a mais dois hospitais no Alto Vale

Divulgação

A partir de hoje, dia 11, o Projeto Hospitais Filantrópicos II que contempla ações deconservação e uso racional de energia elétrica com recursos do Programa Celesc de Eficiência Energética inicia atividades em mais dois hospitais: Hospital Trombudo Central e Hospital Samária de Rio do Sul, com investimentos de R$ 102 mil e R$ 203 mil, respectivamente.

A previsão é que, ainda nesse ano, sejam concluídas as obras em 22 dos 34 hospitais contemplados pelo Projeto. Até abril do próximo ano, todas as obras estarão concluídas.

Os benefícios serão sentidos por pacientes e funcionários que ganham espaços bem iluminados, condicionamento de ar adequado e refrigeradores modernos, além da economia de energia elétrica: “Estamos proporcionando melhorias substanciais para unidades hospitalares que atendem 40% dos catarinenses. A substituição de equipamentos trará benefícios indiretamente para 2,6 milhões de pessoas", afirma o presidente da Celesc, Cleverson Siewert.

Início – Em 2013, a Celesc Distribuição realizou Chamada Pública para hospitais sem fins lucrativos participarem de projeto de conservação de energia e uso racional de energia elétrica denominado “Hospitais Filantrópicos II”, integrante do Programa de Eficiência Energética – PEE Celesc. Até sua conclusão, no próximo ano, o Projeto atenderá 34 hospitais de 29 municípios catarinenses com recursos de R$ 7,5 milhões.

A Celesc estima redução total de consumo de 5.024 MWh/ano, energia suficiente para atender 2.321 residências no mesmo período. Os trabalhos iniciaram em 2013 e serão concluídos até julho do próximo ano. Para isso, a Padoin Engenharia foi contratada por meio de pregão eletrônico para realizar todas as etapas do projeto: o pré-diagnóstico, a medição do consumo de energia dos equipamentos antigos e a elaboração do diagnóstico energético, a substituição de equipamentos, o encaminhamento dos antigos para descarte.

Essas ações atendem determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e visam reduzir a demanda no horário de ponta (18h30 às 21h30) e o consumo de energia na área de concessão da Celesc por meio da substituição de equipamentos antigos por outros, modernos e mais eficientes, com o selo Procel de economia, “classe A”.

Na edição anterior, o “Projeto Hospitais Filantrópicos I” promoveu a eficientização dos sistemas de iluminação, condicionamento de ar, refrigeradores, força motriz e equipamentos de esterilização em 26 hospitais filantrópicos, com investimento total de R$ 6,5 milhões.

Assessoria de Comunicação Celesc

Outras Notícias

PUBLICIDADE