Em fechamento de ciclo de palestras em Rio do Sul, Colombo fala do papel da sociedade na construção de um novo modelo de Estado

Em fechamento de ciclo de palestras em Rio do Sul, Colombo fala do papel da sociedade na construção de um novo modelo de Estado

Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Fortalecer a parceria com a população para refletir sobre o processo de transformação política e econômica da sociedade brasileira. Com esse chamado o governador Raimundo Colombo abriu o discurso no Ciclo de Palestras Estratégicas de Santa Catarina, em Rio do Sul, nesta terça-feira, 21.

Ao falar das dificuldades em executar obras públicas com rapidez, da atuação, muitas vezes burocráticas, dos órgãos fiscalizadores e da ineficiência do atual modelo político do Brasil, Raimundo Colombo afirmou que "a sociedade já percebeu que os governos não se entendem, que as coisas não estão funcionando", mas salientou que "a mudança não é apenas de pessoas ou de partidos políticos e sim no modelo de Estado, o que exige uma profunda participação das pessoas nos pilares: mobilização, organização e conscientização".

Sobre o tema transparência, o governador Raimundo Colombo apresentou ao público um sistema criado por técnicos do Governo, onde é possível acompanhar a execução de todas as obras feitas pelo Estado, com informações sobre preços e cronogramas, entre outras. "É um mecanismo que permite a nós saber exatamente sobre a distribuição dos recursos e até mesmo onde precisamos corrigir possíveis falhas", informa Colombo.

O governador também falou sobre o esforço do Governo em fazer com que o Estado não sofra com a crise financeira que o país atravessa. Citou o dinamismo do agronegócio catarinense, a força da indústria, o empenho em fomentar novos investimentos e os bons indicadores de desenvolvimento social de Santa Catarina como ferramentas eficientes de enfrentamento da crise. "E o meu papel de liderança é de estimular o governo e as pessoas. Eu respeito à crise e não tenho medo dela. O Estado está com as contas em dia e estamos conseguindo manter o nível de emprego, são sinais de que aqui, as coisas estão melhores e vão continuar boas. Não há como enfrentar um cenário, que é de dificuldade, com pessimismo", salienta.

Ao encerrar, Raimundo Colombo fez o pedido para que a sociedade não desanime e ajude a construir o modelo de gestão pública que funcione e valorize, sobretudo, o bem estar dos cidadãos.

Saiba mais sobre as obras do Governo do Estado na região de Rio do Sul

A região de Rio do Sul engloba, além da cidade sede, Laurentino, Agronômica, Agrolândia, Trombudo Central, Braço do Trombudo e Rio do Oeste. Entre as principais obras do Governo do Estado na região estão às obras anticheias na Bacia do Itajaí com investimentos de mais de R$ 660 milhões, incluindo radar meteorológico de Lontras, sobrelevação das barragens Sul, em Ituporanga e Oeste, em Taió, e mais seis mini barragens no Alto Vale do Itajaí.

Na área da saúde, o destaque é o apoio ao Hospital Regional. Na educação, o Governo do Estado está investindo R$ 3 milhões na reforma geral e ampliação da Escola Expedicionário Mário Nardelli, em Rio do Oeste, preservando o prédio histórico e aumentando a oferta de vagas na rede estadual de ensino.

Ciclo de Palestras

O Ciclo de Palestras Estratégicas de Santa Catarina vai ocorrer em todas as regiões do Estado. O evento é promovido pela Secretaria Executiva de Assuntos Estratégicos, com mediação do Sebrae e orientação do Instituto Fundação Escola de Governo ENA.

Dividido em quatro encontros em cada município, o ciclo debate ações e metas do Governo do Estado junto à comunidade. Temas como infraestrutura urbana, saúde, educação, energia, segurança e desenvolvimento regional são abordados pelos secretários estaduais e seus representantes e, no último encontro, o governador faz a sua apresentação.

Secretaria de Estado de Comunicação - Secom

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE