Dia “D” de Campanha contra a Paralisia Infantil é realizado em Petrolândia

Vacinação segue até o dia 31 de agosto

No sábado, dia 15, foi realizado o Dia D, da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e a Campanha de Multivacinação em Petrolândia. As campanhas têm sequência até o dia 31.

As doses estão sendo aplicadas em crianças com idades entre seis meses a menores de cinco anos, além da vacina contra a poliomielite estão sendo aplicadas doses contra outros vírus, que estejam atrasadas ou na faixa idade que devem ser recebidas.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde a meta de imunização contra a paralisia infantil em Petrolândia é de 394 crianças, sendo que até na manhã desta segunda-feira, dia 17, foram realizadas apelas 73 vacinações. “Pedimos a atenção dos pais, pois o prazo estipulado é dia 31, nossa meta é alta e a adesão está muito baixa, é importante que todas as crianças na faixa etária da campanha compareçam a Unidade de Saúde, acompanhadas pelos responsáveis das 8h às 17h para receber a dose da vacina”, explica a secretária da Saúde, Mariza dos Santos.

POLIOMIELITE

Poliomielite é uma doença viral que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total. Apesar de também ser chamada de paralisia infantil, a doença pode afetar tanto crianças quanto adultos.

A poliomielite foi praticamente erradicada em países industrializados com a vacinação de crianças, inclusive no Brasil, onde a vacina contra a doença foi incorporada à caderneta de vacinas obrigatórias. Mas o vírus causador, no entanto, ainda pode ser encontrado em países da África e da Ásia.

De acordo com o Ministério da Saúde, o último caso de poliomielite registrado no Brasil aconteceu em 1989. Atualmente, a cobertura vacinal brasileira contra pólio é acima dos 95% - considerada um exemplo para o restante do mundo.

No mundo todo, o cenário da doença também melhorou radicalmente. O número de casos da doença em todo o globo caiu 99% desde 1988, passando de 350 mil para 406 notificados em 2013, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Informações: Site Minha Vida

Assessoria Prefeitura de Petrolândia 

Outras Notícias

PUBLICIDADE