Defesa Civil segue contabilizando prejuízos com granizo no estado de SC

Os temporais que atingem o Oeste desde a semana passada, deixaram comunidades inteiras destruídas

Enviar no WhatsApp
Defesa Civil segue contabilizando prejuízos com granizo no estado de SC

Granizo destruiu casas e lavouras de comunidades inteiras no Oeste do estado - Foto: Defesa Civil


Um temporal de granizo destruiu plantações, casas, estradas e veículos no município de Bandeirante, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. A chuva de pedras durou entre cinco e 10 minutos e deixou cinco famílias desalojadas, na quarta-feira (19). Durante toda a quinta-feira (20) e nesta sexta-feira (21), a Defesa Civil faz o levantamento dos estragos e deve decretar situação de emergência.

Conforme a pasta, secretárias do município e a Epagri trabalham no relatório. A Expectativa da Defesa Civil é finalizar o documento ainda nesta sexta-feira. 

Segundo informado pela Defesa Civil do município, o temporal afetou uma faixa de Bandeirantes, em especial no perímetro rural. Em função da quantidade de pedras de gelo nas estradas, houve comunidade que ficou sem acesso. Em um localidade, as 11 famílias que moram na região, tiveram lavouras e casas destruídas. 

 

Impacto econômico

A agricultura é a principal fonte de renda de Bandeirantes e representa a maioria das arrecadações do município. A Defesa Civil informou que em menos de dois anos ocorreu uma forte estiagem que afetou os produtores rurais. Agora, pouco tempo depois, veio o granizo.

“Os produtores rurais ainda não se recuperaram da estiagem e agora tem o granizo. Isso afeta muito a economia do município e vai render muitos prejuízos para Bandeirantes que depende desta renda”, conta Paula. O prejuízo ainda não foi estimado e os levantamentos ainda são feitos.

 

Por Valeria Cenci/nd+ Chapecó 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo