Defesa Civil faz manutenção em barragens no Alto Vale

As ações realizadas em Ituporanga terminam nesta semana e a próxima atividade deve ser em José Boiteux.

Enviar no WhatsApp
Defesa Civil faz manutenção em barragens no Alto Vale

Barragem Sul em Ituporanga (Foto: Franciel Imagens Aéreas)

 

A prevenção em futuras situações de cheias é uma preocupação constante para os moradores do Vale do Itajaí. Depois de uma semana intensa de chuvas, e até alguns alagamentos registrados na região, a Secretaria de Estado da Defesa Civil (SDC) trabalha em reformas preventivas nas barragens do Alto Vale. Ituporanga foi a primeira a receber melhorias em duas comportas e em José Boiteux, que tem a situação mais crítica, a assessoria informou que o levantamento da manutenção necessária será feito a partir da próxima semana.

Em nota, a Defesa Civil informou que está realizando a manutenção em duas das cinco comportas da Barragem Sul, em Ituporanga. A ação tem como objetivo manter a operacionalidade da barragem. A SDC informou ainda que, durante as últimas chuvas, o nível do reservatório foi atingido em 40% e antes disso, a barragem estava com cerca de 15% da capacidade. Atividade que não comprometeu a operação da estrutura, durante esse período. A manutenção das duas comportas deve ser finalizada ainda nesta semana, e na sequência, as outras três comportas receberão as obras de sobrelevação, uma de cada vez. As obras foram orçadas em R$ 404 mil e a Secretaria destaca que a manutenção está sendo realizada de forma preventiva para garantir o funcionamento adequado da estrutura.

Embora tenha evoluído na prevenção aos impactos das cheias, o sistema de prevenção em Santa Catarina ainda possui falhas, o que mantem presente o questionamento de como o Alto Vale enfrenta os desastres naturais causados pelas águas. Um dos problemas está em José Boiteux, onde existe um conflito histórico entre indígenas e Governo, o que traz uma série de empecilhos para colocar a estrutura em operação. A estrutura já teve equipamentos depredados e furtados e, por conta da dificuldade de acesso, falta de manutenção.

Avaliação da barragem em José Boiteux

Até o ano passado, o trabalho do Governo na barragem encontrava divergências com a comunidade local Laklãnõ- Xokleng, dificuldade que foi suavizada após reuniões que aconteceram a partir de junho. Mas somente na semana que vem, mais de um ano depois da liberação da barragem por parte dos indígenas, que a Defesa Civil do Estado irá fazer uma avaliação na estrutura para saber o que é preciso para colocá-la novamente em operação.

A Defesa Civil informou que uma equipe de técnicos irá fazer um levantamento sobre os equipamentos depredados e a reforma necessária. A SDC diz que o novo secretário João Batista Cordeiro Júnior, que está no cargo há dois meses, já esteve no local fazendo vistorias e que logo será montado o levantamento técnico. A assessoria ainda informa que o objetivo da Defesa Civil de Santa Catarina é que todas as estruturas de barragens do estado estejam operacionais.

 

Por Susana Lima

Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo