Defesa Civil contabiliza 2,8 mil pessoas atingidas e três municípios que sinalizaram estado de calamidade pública

Defesa Civil contabiliza 2,8 mil pessoas atingidas e três municípios que sinalizaram estado de calamidade pública

Coronel Freitas é uma das cidades mais afetadas pela chuva (Foto: Sirli Freitas / Especial)

As condições adversas do tempo afetam 48 municípios até as 17h desta quarta-feira de acordo com a Defesa Civil de Santa Catarina. Destes, 13 sinalizaram decretar situação de emergência e outros três — Coronel Freitas, Maravilha e Saudades — estado de calamidade pública. Até o momento, 2.870 pessoas foram afetadas, oito feridas e duas morreram.

A Defesa Civil contabiliza 880 residências e 20 prédios públicos e 16 obras de infraestrutura danificadas ou destruídas. O órgão também contabiliza que 24 pessoas estão desalojadas e 80 desabrigadas devido às chuvas fortes que atingiram o Oeste de Santa Catarina. 

Maravilha é o município com o maior acumulado de chuva nas últimas 24 horas: 203mm. Registraram grande volumes também Chapecó 176mm), Seara (168mm), Xaxim (160mm), São Miguel do Oeste (159mm) e Concórdia (157mm). Os acumulados ultrapassam o previsto para todo o mês de julho. 

Nesta terça-feira, um jovem morreu após ser atingido por um raio em São Joaquim, na Serra. Em Coronel Freitas, no Oeste, uma mulher de 32 anos morreu após ser arrastada pela água e o corpo foi localizado por volta das 15h30min, conforme a Polícia Militar local.

Diário Catarinense 

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE