Dário Berger é eleito senador por Santa Catarina

Ex-prefeito com quatro mandatos consecutivos, por São José e Florianópolis, será o novo representante dos catarinenses no Congresso Nacional

O candidato Dário Berger (PMDB), com 42,88% dos votos válidos e 97,38% das urnas apuradas, é o senador eleito por Santa Catarina nas eleições de 2014. O catarinense é da coligação "Santa Catarina em primeiro Lugar", que apoiou Raimundo Colombo (PSD) ao governo do Estado. Viu seu candidato ser reeleito e também conquistou o mandato que lhe dá direito a uma cadeira no Senado nos próximos oito anos, além de uma maior força política dentro de sua legenda.

Dário Berger sai vencedor de uma disputa de acusações com Paulo Bornhausen (PSB), segundo colocado na eleição ao Senado com 38,35% dos votos. Após ver a subida do peemedebista nas disputas, o pessebista começou a usar em sua propaganda eleitoral os processos judiciais que Dário enfrenta pelo período que passou à frente das prefeituras de Florianópolis e São José.

A estratégia parece não ter dado resultado. Pesaram a favor de Dário a máquina partidária do PMDB, maior legenda do Estado em número de prefeitos e de vereadores, além dos apoios de Raimundo Colombo, atual governador, e do ex-governador Luiz Henrique da Silveira, que será companheiro dele no Senado. LHS foi eleito em 2010.

Nascido em Bom Retiro, pequeno município da Serra catarinense, Dário construiu sua carreira na política, ao mesmo tempo em que construía uma carreira paralela como empresário. Tem quatro mandatos consecutivos como prefeito: dois pelos municípios de São José e, logo em seguida, mais dois como prefeito da Capital de Santa Catarina, Florianópolis.

Começou a carreira política ao se eleger vereador em 1994 por São José. Já em 1996, se elegeu para seu primeiro mandato como prefeito.

Em terceiro, aparece o candidato Milton Mendes (PT), com 13,97% dos votos. E Amauri Soares, disputando pela legenda PSOL, ficou em quarto lugar com 3,1% dos votos.

DIÁRIO CATARINENSE

Outras Notícias

PUBLICIDADE