Comerciante é condenado por acidente que resultou na morte de homem na BR-470, em Lontras

Enviar no WhatsApp
Comerciante é condenado por acidente que resultou na morte de homem na BR-470, em Lontras

Foto: Arquivo / DAV / Divulgação

O Tribunal do Júri da Comarca de Rio do Sul condenou o comerciante Celso Klaar, estabelecido em Ibirama, a 12 anos de reclusão, pelo acidente que resultou na morte de Maicon Luís Coelho que empurrava uma bicicleta pelo acostamento.

O fato ocorreu em maio de 2013, no km 127 da BR-470, em Lontras. De acordo com os autos, o réu antes estava em evento num restaurante, na Alameda Aristiliano Ramos, em Rio do Sul. Com base nas imagens das câmeras de monitoramento, o delegado Luiz Carlos Gonçalves concluiu que ele ingeriu bebida alcoólica durante mais de três horas. Diante deste fato Klaar sabia os riscos de acidentes que poderia causar. Ele aparece por diversas vezes enchendo o copo na chopeira. Também arrancou em alta velocidade, com a sua camionete Dodge Ram, batendo em motocicleta que estava estacionada.

O delegado ouviu pessoas que presenciaram o acusado trafegando pelo acostamento antes mesmo de causar o acidente. Como o Código Brasileiro de Trânsito só prevê o homicídio culposo (sem intensão de matar), neste tipo de crime, Gonçalves optou por homicídio doloso eventual (quando pode haver intenção de matar).

Preso preventivamente no dia 19 de maio de 2013, o comerciante deixou o presídio após o pagamento de fiança de 150 salários mínimos, que correspondia a R$ 101.700,00. Os seus advogados devem recorrer da sentença. Enquanto isso ele permanece em liberdade.

Texto: Orlando Pereira

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo