Candidatos poupam críticas durante propaganda eleitoral

No segundo dia de horário gratuito de propaganda eleitoral na televisão e rádio, os principais candidatos ao governo de Santa Catarina evitaram formular críticas mais ferrenhas aos adversários e utilizaram discursos amenos para discutir suas posições políticas em ambos os horários reservados para eles, às 13h e às 20h30min.

Raimundo Colombo (PSD), Paulo Bauer (PSDB) e Claudio Vignatti (PT) – candidatos com os maiores tempos de programa – não chegaram a se aprofundar nas propostas de campanha, usando o tempo no ar para falarem sobre suas raízes se apresentarem aos eleitores.

Nos 20 minutos reservados aos candidatos, foram evocados Celso Ramos e Hercílio Luz, ex-governadores de SC. O ex-candidato a presidente Eduardo Campos também foi citado duas vezes.

Os candidatos com menos tempo de TV – Elpídio Neves (PRP), Marlene Soccas (PCB), Janaína Deitos (PPL), Afrânio Boppré (PSOL) e Gilmar Salgado (PSTU) – tiveram entre um e dois minutos, e utilizaram o tempo no ar para fazer uma breve introdução às suas propostas de campanha.

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE