Candidatos ao governo do Estado arrecadam R$ 6,36 milhões em Santa Catarina

Enviar no WhatsApp

Na segunda parcial da prestação de contas das eleições deste ano, divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no final de semana, os oito candidatos ao governo de Santa Catarina somados arrecadaram R$ 6,36 milhões e gastaram R$ 5,66 milhões na campanha até agora. 

O governador Raimundo Colombo (PSD), que busca a reeleição, teve a maior receita. O pessedista arrecadou R$ 3.505.590,67 — 11% dos R$ 30 milhões que declarou como limite de gastos para a campanha neste ano. Na primeira parcial, divulgada no começo do mês passado, não havia informações sobre os números de Colombo.


Em seguida vem Paulo Bauer (PSDB), com receita de R$ 2.570.000 — 8,5% dos R$ 30 milhões também declarados como teto de despesas do tucano. O terceiro com a maior arrecadação é Claudio Vignatti (PT). Ele teve receita de R$ 270.000 — 2,7% do limite de gastos estabelecido pelo petista para a campanha, de R$ 10 milhões. 

A candidata Marlene Soccas (PCB), que informou o menor valor, teve R$ 1 mil de receitas. Afrânio Boppré declarou R$ R$ 9.824 de arrecadação e Janaina Deitos (PPL), R$ 4 mil. O único candidato em que não constam informações no sistema do TSE é Elpídio Neves (PRP).

Os dados estão disponíveis na íntegra no site do tribunal, incluindo o detalhamento dos doadores e dos gastos. Empresas foram os principais doadores. A prestação de contas final deve ser entregue até o dia 4 de novembro, 30 dias após as eleições. Para os candidatos que concorrerem ao segundo turno, a prestação de contas referente aos dois turnos deverá ser entregue até o dia 25 de novembro.

A Lei das Eleições diz que a ausência de prestação de contas parcial caracteriza grave omissão de informação, que poderá repercutir na regularidade das contas finais. 

DC/ Rádio Sintonia

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo