Brasil tem mais de 284 milhões de telefones móveis

Brasil tem mais de 284 milhões de telefones móveis

Junho fechou com 284 milhões de celulares no Brasil (Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo)

Em junho, celulares pré-pagos correspondiam a 74,85% do total

O Brasil fechou o mês de junho com 284,45 milhões de telefones móveis e uma teledensidade de 138,23 acessos por 100 habitantes. Os acessos pré-pagos totalizavam 211,43 milhões ou 74,85% do total e os pós-pagos 71,02 milhões ou 25,15%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

No mês passado houve uma redução no número total de acessos de telefones móveis de quase 1,7 milhões relação ao mês anterior. A queda foi nos telefones pré-pagos, de 2,1 milhões, compensada em parte pelo aumento de assinantes pós-pagos, que foi de 462.615.

Os terminais de banda larga móvel (3G, tablets e modens) no país somaram 93,2 milhões até o final de junho deste ano, sendo que 11,8 milhões eram terminais 4G. E a quantidade e a participação no mercado dos acessos 2G vêm sofrendo redução cada vez mais rápida com o avanço das tecnologias mais avançadas.

Até o final de julho, a Vivo mantinha a liderança do mercado com 29,26% de participação (82,6 milhões de clientes); em segundo lugar vinha a TIM com 26,41% (74,6 milhões); logo após a Claro, com 25,21% (71,2 milhões); e a Oi com 17,78 (50,2 milhões).

As menores são a Nextel, com 0,74% (2 milhões); a Algar (CTBC), que atua no Triângulo Mineiro, com 0,45% do mercado ( 1,3 milhões); a Portoseguro (operadora virtual), com 0,12% (329,9 mil); a Sercomtel, que presta serviço em Londrina e Tamarana, no Paraná, com 0,02% (59 mil); e a Datora (operadora virtual), com 0,01% (16 mil).

O Globo 

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE