Atropelamento é a 2ª maior causa de mortes nas rodovias federais de SC

Atropelamento é a 2ª maior causa de mortes nas rodovias federais de SC

Imagem Ilustrativa

PRF afirma que ao menos 79 pessoas morreram atropeladas em 2013.

No 1º semestre de 2014, 200 pessoas foram atingidas por veículos.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) indicam que o atropelamento é a segunda maior causa de mortes nas rodovias federais de Santa Catarina. Em 2013, ao menos 79 pessoas morreram atravessando BRs. Os números são relativos a pessoas que faleceram no momento da colisão.

Somente no primeiro semestre de 2014, 200 pessoas foram atropeladas nas rodovias federais do estado. Em 2013, 317 foram vítimas. Já em 2012, 360. Segundo a oficial da PRF Maíta Berti, os acidentes geralmente acontecem no período noturno, entre 18h e 22h, e próximo a passarelas.

Ao todo, existem 25 passarelas nas rodovias federais do estado e outras 5 devem ser entregues até o final do ano. "Muitas passarelas são construídas a pedido da própria população, por mobilização popular. Entretanto, quando a passarela é construída, é pouquíssimo usada", disse o representante regional do Movimento Nacional de Educação no Trânsito, Roberto Bentes.

Na maioria dos casos, o motorista não é responsabilizado. Para a polícia, é muito difícil para quem dirige evitar um atropelamento quando o pedestre surge no meio de uma pista expressa.

"Não há uma legislação específica para punir os pedestres como existe para os motoristas, então é preciso a consciência de atravessar em locais corretos. Nós fiscalizamos apenas o excesso de velocidade dos carros", reforçou Maíta.

G1

Outras Notícias

PUBLICIDADE