Anvisa suspende venda de lote de medicamento para verminose

Laudo encontrou grumos e sedimentos em um dos lotes do produto da empresa Mariol Industrial Ltda

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União suspende a distribuição, o comércio e uso, em todo o território nacional, do lote 130886, válido até agosto de 2015, do produto Mebendazol 20mg/ml, de uso oral, fabricado pela empresa Mariol Industrial Ltda.

De acordo com o texto, laudo emitido pelo Instituto Adolfo Lutz apontou resultado insatisfatório no ensaio de aspecto, no qual foi constatada a presença de grumos e sedimentos depositados. A Anvisa determinou ainda que a empresa promova o recolhimento das unidades existentes no mercado relativas ao lote.

Por meio de nota, a empresa Mariol Industrial Ltda informou que, em alguns lotes do produto Mebendazol 20mg/ml, foi identificada uma suspensão não homogênea, com grumos e sedimentos depositados no fundo do frasco após agitação. Ainda segundo o fabricante, foi aberto processo de investigação e o medicamento teve sua produção temporariamente suspensa.

— A parada da comercialização do produto em questão não vai gerar desabastecimento do mercado, pois os pacientes terão outras alternativas terapêuticas com medicamentos substitutos existentes no mercado nacional, na mesma concentração e forma farmacêutica — informou a empresa.

Agência Brasil

Outras Notícias

PUBLICIDADE