Anvisa interdita lote de extrato de tomate com pelo de rato

Enviar no WhatsApp
Anvisa interdita lote de extrato de tomate com pelo de rato

Fragmentos de pelo de rato foram encontrados em produto da marca Knorr Elefante (Foto: Reprodução / Divulgação)

Agência informou que foi notificada pela vigilância de Minas Gerais

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mandou interditar um lote do extrato de tomate da marca Knorr Elefante nesta sexta-feira. Conforme o órgão, foram encontrados "fragmentos de pelo de roedor acima do limite de tolerância estabelecida (1 em 100g)".


Achou estranho existir um limite tolerável de pelo de rato em alimentos?

Saiba como funcionam as regras da Anvisa.


O lote L6 do extrato de tomate tinha validade até 21/05/2015 e havia sido fabricado pela empresa Cargill Agrícola. A Anvisa informou que foi notificada pela Vigilância Sanitária de Minas Gerais e que aguarda a empresa encaminhar o mapa de distribuição e a comprovação de recolhimento do lote.

Conforme a Anvisa, também foi interditado cautelarmente um lote de Suspiro Duplo, da marca Doces Arapongas Prodasa, fabricados por Produtos Alimentícios Arapongas S.A – Prodasa.

O lote citado, que possui validade até 28/11/2014, também obteve resultados insatisfatórios nas análises de rotulagem e de matéria estranha macroscópica e microscópica, onde foi constatado a presença de fragmentos de vidro no produto.

Ambas as determinações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) e vigoram pelo prazo de 90 dias.

Zero Hora

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo