Amandio João da Silva Júnior será presidente da Acirs pelos próximos dois anos

Enviar no WhatsApp
Amandio João da Silva Júnior será presidente da Acirs pelos próximos dois anos

Foto: DAV / Reprodução

A chegada do mês de dezembro foi marcada pela posse da nova diretoria executiva da Associação Empresarial de Rio do Sul (Acirs). Amandio João da Silva Júnior, que foi o vice-presidente por dois anos (2015-2016), assumiu a presidência que foi ocupada por Alex Ohf. A cerimônia ocorreu na noite desta quinta-feira (1), no Parque Unidavi.

Formado em administração de empresas e com especialização em comércio internacional, Amandio é empresário do setor de telecomunicações e já foi presidente do Conselho Estadual do Jovem Empreendedor de Santa Catarina (2009-2011), presidente da Expogestão 2011, que está entre os maiores eventos de gestão do Brasil, conselheiro da Confederação Nacional do Jovem Empresário, (Conaje 2010-2011), além de ser vice-presidente do Programa Empreender da Federação Nacional das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc).

A partir de janeiro, o empresário e uma equipe formada por mais 14 pessoas que fazem parte da diretoria, terão o desafio de tomar a frente de uma entidade que tem 71 anos de existência e participação ativa na construção do desenvolvimento da cidade. “É uma responsabilidade muito grande porque é uma entidade que participou durante todos esses 71 anos do desenvolvimento econômico da cidade, da questão do empreendedorismo, de vários temas relevantes para que a cidade de Rio do Sul se transformasse na capital do Alto Vale do Itajaí. E a Associação Empresarial sempre foi um espaço em que muitas tomadas de decisões ocorreram”, declarou ao ressaltar a influência que a entidade tem na sociedade local e regional. “A Acirs tem um histórico de credibilidade e construção naquilo que a nossa cidade é hoje, uma referência positiva”, acrescentou.

O novo presidente da entidade não quer deixar marcas pessoais nos dois anos em que estará à frente da Acirs. Junto com a equipe da diretoria, quer colocar em prática ações que já foram definidas no planejamento estratégico montado até 2020. O primeiro deles é o fortalecimento dos 17 núcleos empresariais que compõem a associação. “Os núcleos setoriais, dão vida para a entidade, então esses núcleos vão ser cada vez mais fortalecidos, melhorados, naturalmente com a possibilidade de abrir outros núcleos, isso é importantíssimo”, afirmou.

Tornar a Associação mais conhecida e atrair mais associados também será uma das prioridades. “Nós somos uma entidade representativa, com 800 associados, nós temos uma capacidade de crescimento muito grande, nós precisamos que os empresários tenham o entendimento de que fazer parte de uma associação empresarial, dá força para o setor produtivo. Então nós vamos criar ações de popularização, especialmente nos bairros onde nós temos muitas micro e pequenas empresas”, informou.

A sede atual da Acirs também deve ser revista, Amandio considera que o espaço ficou pequeno, diante do crescimento da entidade. “A estrutura física da Acirs já não comporta mais o tamanho da entidade, nós precisamos achar uma alternativa”, disse.

Outra importante medida e que foi anunciada na noite de ontem durante a solenidade, é a ampliação da Feira Multissetorial do Alto Vale do Itajaí (Fersul) que terá novidades na programação. “Nós vamos dar ao evento um status de feira e congresso, vamos trazer palestrantes de renome nacional, o setor produtivo de Santa Catarina através de reuniões de diretoria da Facisc da Fiesc, do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, do próprio Sebrae, então nós vamos fazer dos quatro dias da Fersul, com que Rio do Sul se torne a capital catarinense não só do setor produtivo, mas da gestão empresarial, da capacitação empresarial, tenho certeza que vai ser um sucesso absoluto”, revelou.

Bandeiras

A mobilização por melhorias da BR-470, como a manutenção e a duplicação, que ganhou uma campanha específica feita pela Acirs e que envolveu inclusive outdoors, vai permanecer. O novo presidente da entidade considera que esse é um dos principais entraves do crescimento econômico, não só de Rio do Sul, como também de toda a região do Vale. “Lamentavelmente nós estamos isolados, não só a respeito da BR-470, mas infraestrutura de telecomunicações por exemplo, de transporte aéreo, para todos os lados que a gente queira sair é muito difícil, então nós temos institucionalmente com outras entidades, com outras associações empresariais, um papel importante na cobrança incessante de que haja realmente um investimento o quanto antes possível”, comentou.

A criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Rio do Sul (Codensul), também está entre as bandeiras que a Acirs tem em parceria com outras entidades e que continuará mobilizada para a implantação. “Uma cidade precisa ser pensada muito mais longe do que um ou dois mandatos políticos, esse Conselho vem justamente dar essa possibilidade, independente de quem assume o poder na cidade. O projeto da cidade vai ser elaborado por câmaras técnicas, pelas entidades, pela sociedade civil organizada, com planejamento a longo e médio prazo”, explicou.

A proposta virou Projeto de Lei na Câmara de Vereadores de Rio do Sul, e chegou a ser colocada na pauta como regime de urgência, mas foi retirada antes da votação. A ideia foi inspirada em um conselho criado em Maringá que fica no interior do Paraná. “Me parece que existe a boa vontade do prefeito José Thomé, em aplicar esse modelo, tanto é que acabou indo com o presidente do Conselho Superior, Ciro Cerutti a Maringá para conhecer. A gente tem uma esperança de que isso possa ser definitivamente aplicado e se depender, não só de mim como presidente, mas da nossa diretoria, do Conselho Superior, de todas as outras entidades que estão envolvidas, nós vamos fazer o esforço para que o Codensul seja efetivado”, garantiu.

Balanço 2015-2016

Ao deixar a presidência da Acirs, cargo que vai ocupar até o dia 31 de dezembro deste ano, o empresário Alex Ohf irá compor o Conselho Superior da Acirs, e se manterá na diretoria executiva da associação como o novo diretor financeiro. Ao fazer um balanço das atividades, Ohf reforçou a importância que a entidade tem para Rio do Sul e região, além de comemorar os resultados obtidos. “A gente chegou em um número de 800 associados, com 17 núcleos. Os núcleos dão vida para a associação, trazem demandas, esses núcleos representam cerca de 200 empresas”, comentou.

O empresário também lembrou que os anos de 2015 e 2016 os quais esteve a frente da entidade, foram difíceis do ponto de vista econômico, diante do cenário nacional, de pouco crescimento e mesmo assim a Acirs manteve o calendário de eventos. “A gente teve dificuldades, mas conseguimos atingir os nossos objetivos, realizando a 10ª Fersul, juntamente com a 4ª Autosul, também realizamos a 4ª Habitavi que foi nesse ano de 2016 no mês de agosto, duas feiras muito importantes para a nossa região, onde também tivemos dificuldades de vendas desses estandes, mas os expositores que foram, saíram muito satisfeitos e fizeram bons negócios”, declarou.

A oferta de capacitação também foi destacada por Ohf, no balanço do período de presidência. Segundo ele é uma oportunidade de ampliar o conhecimento, sem a necessidade de grandes deslocamentos por parte dos associados. “Realizamos vários cursos e capacitações, são 80 cursos nesses dois anos, sempre buscando a necessidade dos nossos associados, trazendo pessoas de alto nível, então facilitando também para o associado não precisar ir a Blumenau, São Paulo. A gente sabe da dificuldade de locomoção, então conseguimos realizar isso, os nossos núcleos eles também realizaram em torno de 40 a 60 eventos, sempre movimentando a cidade” afirmou.

A realização do Acirs Mais, que envolveu diversas atividades no Parque Harry Hobus, no dia 19 de novembro, foi uma das últimas ações promovidas durante a presidência de Ohf. Uma iniciativa que na visão do empresário aproxima a entidade e a comunidade, já que muitas pessoas tem a ideia errada de que a Acirs é voltada apenas para donos de empresas de grande porte. “As pessoas acham que a Acirs é só da indústria e na verdade praticamente 85% a 90% dos associados, são do serviço, do comércio, então com o Acirs Mais, a gente quer mostrar aos nossos parceiros o que nós podemos oferecer para os associados, é um projeto que ter sequência para os próximos anos e o objetivo agora é focar mais nos bairros”, concluiu.

DIRETORIA EXECUTIVA 2017 – 2018

Presidente: Amandio Aoão da Silva Júnior

Vice-presidente: Luis Carlos Demarchi

Diretor executivo: Jean Sandro Pedroso

Diretor financeiro: Alex Detlev Ohf

Diretor jurídico: Fernando Müller

Diretor de relações institucionais: Claudio Ropelato

Diretor de projetos: Cleiton Pamplona Peters

Diretor de núcleos: Adolir Nunes

Diretora-adjunta de núcleos: Luana Adalgisa da Rosa

Diretor de capacitação: Dirceu Antônio Dresch Júnior

Diretor de feiras e eventos: Osvino Miliorini

Diretor de relacionamento com o associado: Aldonir Xavier

Diretor de mercado e soluções empresariais: Riciéri Fernando Ramlov

Diretora de comunicação: Karine Aparecida Sabino

Diretora de inovação e competitividade: Luana Cristina Theis

CONSELHO FISCAL MEMBROS EFETIVOS:

Vilson schulle
Eduardo schroeder
Volir josé correa

MEMBROS SUPLENTES:

Osvaldir roque wagner
Nelson regueira
Margarete costa arruda

Por Albanir Júnior / DAV

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo