Rio do Sul dá largada em sua sexta participação na Superliga Feminina

Rio do Sul dá largada em sua sexta participação na Superliga Feminina

Foto: Clóvis Eduardo Cuco / Rio do Sul / Divulgação

Os apaixonados por vôlei não precisam mais esperar. A edição da Superliga 2016/2017 começa nesta quarta-feira, no masculino, e na quinta, no feminino. Serão sete meses de competição e Rio do Sul novamente será o único representante do Estado no principal torneio da modalidade no país. Sexta colocada na temporada passada, sua melhor campanha, a equipe catarinense vem um pouco modificada para este ano. Com um orçamento mais enxuto e de técnico novo, mas prometendo muita garra para fazer bonito nos jogos.

Do elenco do ano passado, quatro atletas renovaram: Ju Paz, Camila Paracatú, Tati Rizzo e Jéssica. Outras nove foram contratadas e mais duas peças ainda devem chegar ao longo da temporada, mas isso ainda depende de novos patrocinadores.

– Mesmo com um plantel reduzido temos uma equipe que talvez tecnicamente não seja igual a do ano passado, mas supera na garra e disposição, o perfil das atletas que vieram esse ano mudou – explica Nilo Borgonovo, coordenador do time.

Esta é a sexta temporada que Rio do Sul jogará a Superliga. E uma das principais novidades estará no banco de reservas. O técnico Fernando Bonatto fará sua estreia no comando de uma equipe no torneio principal. Bonatto substitui Spencer Lee, que neste ano estará no Vôlei Nestlé, de Osasco (SP), atual vice-campeão da competição.

– Venho de três edições de Superliga B e uma Superliga A por Bauru, como assistente técnico. Aceitei esse desafio muito motivado, principalmente por conhecer o projeto de Rio do Sul e saber que é bem consistente. Para esse ano, o objetivo é que a gente consiga estar entre os oito melhores – conta Bonatto.

Foto: Clóvis Eduardo Cuco / Rio do Sul / Divulgação

Estreia marcada para o domingo

O primeiro adversário de Rio do Sul será o Sesi-SP, dia 30. Assim como o time de SC, a equipe paulista também reduziu o investimento e apresenta um elenco menos estrelado, sem as campeãs olímpicas Jaqueline e Fabiana. A levantadora Carol Leite conhece bem o adversário da estreia, pois defendeu o rival na última edição.

– Sempre quando jogamos contra um ex-time sentimos um frio na barriga, mas depois que começa o jogo é tranquilo. Trago muito aprendizado e amadurecimento na bagagem – relata Carol.

Rio do Sul mandará jogos em outras cidades do Estado

Sem poder contar com um dos principais patrocinadores da temporada anterior, a direção da equipe catarinense está buscando alternativas para manter as contas em dia. Apesar da ótima campanha do ano passado, as dificuldades aumentaram. Uma saída foi levar um dos jogos para a cidade de Lages, que tem um ginásio que comporta muito mais torcedores do que o Artenir Werner, onde Rio do Sul manda suas partidas.

– O lado financeiro preocupa. Em vez de melhorar a situação, sofremos duas perdas (de patrocínio) significativas. Então vendemos algumas partidas. Contra o Rio de Janeiro, em Lages (dia 2 de dezembro), teremos uma bilheteria que nos dará quatro vezes mais retorno. Depois vamos fazer mais dois jogos no returno, provavelmente em março. Tem algumas cidades que demonstraram interesse, mas não está fechado. Buscamos cidades que tenham ginásio com mais de 3 mil de capacidade – explica Borgonovo.

Outra alternativa para arrecadas dinheiro, já adotada em algumas temporadas, é a comercialização da chamada "Camisa Ouro", à venda por R$ 500. Uma peça diferenciada cujo valor tem ajudado a compor o orçamento. Apesar das dificuldades, o dirigente garante que as obrigações estão em dia e que, em nenhum momento, foi cogitado sair da Superliga ou acabar com o time.

– Vamos até o fim da temporada. Nossos compromissos estão em dia, não devemos nada para ninguém, se faltou algo, a própria diretoria custeou – completa.

Conheça o elenco catarinense

Fran
Posição: Levantadora
Idade: 25
Altura: 1m82cm
De: Blumenau (SC)

Jéssica
Posição: Central
Idade: 25
Altura: 1m88cm
De: Pomerode (SC)

Natiele
Posição: Ponta/Oposta
Idade: 25
Altura: 1m80cm
De: Viamão (RS)

Aline
Posição: Central
Idade: 30
Altura: 1m91cm
De: Belo Horizonte (MG)

Franciele
Posição: Ponta/Oposta
Idade: 25
Altura: 1m81cm
De: Brusque (SC)

Dani Suco
Posição: Central
Idade: 30
Altura: 1m85cm
De: São Paulo (SP)

Carol Leite
Posição: Levantadora
Idade: 24
Altura: 1m70cm
De: Jundiaí (SP)

Tati Rizzo
Posição: Líbero
Idade: 30
Altura: 1m78cm
De: Buenos Aires (ARG)

Camila Paracatú
Posição: Central
Idade: 28
Altura: 1m85cm
De: Paracatú (MG)

Sonaly
Posição: Ponta
Idade: 23
Altura: 1m83cm
De: Fortaleza (CE)

Kasiely
Posição: Ponta
Idade: 24
Altura: 1m82cm
De: Nova Aurora (PR)

Ju Paz
Posição: Ponta
Idade: 28
Altura: 1m81cm
De: São Paulo (SP)

Nayara
Posição: Ponta
Idade: 25
Altura: 1m75cm
De: Jaborandi (SP)

Técnico: Fernando Bonatto

Superliga Feminina de Vôlei 2016/2017 (de 26/10/2016 a 14/05/2017)

Equipes participantes (feminino)

Rio do Sul (SC), Rexona -Sesc (RJ), Dentil Praia Clube (MG), Sesi-SP (SP), Pinheiros (SP), Camponesa/ Minas (MG), Saúde/ São Caetano (SP), Vôlei Nestlé (SP), Concilig/ Vôlei Bauru (SP), Terracap/Brasília (DF), Renata Valinhos (SP), Fluminense (RJ)

Primeiros jogos de Rio do Sul - fase classificatória - turno

1ª rodada
30/10 (dom) – 19h30min (SporTV)
Sesi-SP x Rio do Sul
Local: São Paulo (SP)

2ª rodada
04/11 (sex) – 20h
Fluminense x Rio do Sul
Local: Rio de Janeiro (RJ)

3ª rodada
10/11 (qui) – 20h15min
Rio do Sul x Brasília
Local: Rio do Sul (SC)

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE