JASC: Delegação de Rio do Sul terá cerca de 250 atletas participando da competição

Município sede tem como objetivo ficar entre os cinco melhores da disputa

Enviar no WhatsApp
JASC: Delegação de Rio do Sul terá cerca de 250 atletas participando da competição

Foto: Divulgação

 

Rio do Sul será a sexta delegação com mais equipes participando da 61ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), que começa oficialmente na sexta-feira (11) na capital do Alto Vale. A cidade-sede da competição terá 35 equipes confirmadas tendo 260 atletas envolvidos em diversas modalidades. 

Em 2021, o município terminou na oitava colocação geral da competição e há uma expectativa de melhora neste ano, pelo fato do município competir em casa, além de ter ampliado investimentos em algumas modalidades.

Rio do Sul terá atletas no ciclismo, xadrez, tênis de mesa, bocha, bolão 23, atletismo, natação, futsal, karatê, vôlei de praia e judô masculino e feminino. A cidade também participa do basquete e vôlei feminino, tiro de armas curtas e longas, tiro ao prato, triathlon, jiu jitsu, tênis e boxe.

As modalidades com boas chances de medalhas e troféus são o atletismo, xadrez feminino, ciclismo, bolão 23 masculino e feminino, além do tiro de armas curtas. O ciclismo busca repetir o título de 2019, após ser foi terceiro no masculino e vice-campeão no feminino em 2021.

“Estamos confiantes porque reforçamos ainda mais nosso time, encaixando algumas peças e mantendo nossos meninos da base. Por conhecermos bem os trajetos, vamos em busca do título nos dois naipes”, comentou o coordenador da modalidade, Alair Xavier. 

O xadrez feminino também vem forte. Além do grupo composto por Anne Nardelli, Sara Martins e a multicampeã e mestre internacional Vanessa Feliciano. Laura Luisa Eger, também atleta da casa, vem tendo ótimas performances. Além delas, o grupo terá o reforço da atual campeã brasileira e mestre internacional, Julia Alboredo, além da mestre internacional e atleta olímpica, Vanessa Gazola.

Por competir nas canchas do Clube Caça e Tiro Dias Velho, há boas expectativas sobre a bocha e o bolão 23. No bolão, as mulheres defendem o título conquistado em Timbó em 2021. Já o masculino quer voltar ao lugar mais alto do pódio. Em todas edições dos Jasc realizados em Rio do Sul, em 1971 e 1995, as equipes conseguiram vencer a competição. 

“Estamos bem preparadas e treinamos muito, sabendo da nossa responsabilidade de defender o título e competir em casa”, ressaltou a coordenadora da modalidade, Luciane Pereira. 

Nas modalidades coletivas, o vôlei que tem um grupo de atletas da casa também tem boa expectativa de ir bem, assim como o futsal masculino que é finalista do Campeonato Catarinense da 1ª divisão. 

Rio do Sul iniciou os Jasc pontuando no fim de semana, com o vice-campeonato do bolão 16 masculino. O coordenador técnico da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul, Sérgio Luis Schlemper, explicou que os primeiros pontos dão tranquilidade para seguir o planejamento do município no quadro geral. 

“Queremos fazer bonito e voltar ao top cinco do evento, mas tentando beliscar uma vaga entre os três melhores, sempre sabendo do alto investimento feito por outras cidades maiores do Estado. Estamos com boas equipes e o fato de competir em casa e ter a torcida ao lado é fator determinante para nosso desempenho”, comentou.

 

Departamento de Comunicação
Prefeitura de Rio do Sul

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo