Escola Mon't Alverne ganha Prêmio de Gestão Escolar

Concorreram quatro mil escolas com projetos em que a criatividade permitiu torná-las locais de oportunidades para os alunos.

Escola Mon't Alverne ganha Prêmio de Gestão Escolar

Foto: Rede Globo/Reprodução

 

Cinco escolas foram as finalistas do Prêmio Gestão Escolar, que reconhece projetos inovadores em escolas públicas brasileiras desde 1998.

“Fé na vida, fé no homem, fé no que virá”.

Música, teatro e dança para unir os alunos e acabar com a violência. Assim a Escola Estadual Jones José do Nascimento, na cidade da Serra, no Espírito Santo, virou referência no combate ao bullying.

Em Palmas, o Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Caic) Girassol acabou com a evasão investindo no desenvolvimento do aluno. Aulas ao ar livre, horta, trabalhos manuais, superação. Eles fizeram até instrumentos musicais com sucata.

Em Ituporanga, Santa Catarina, a biblioteca da Escola de Ensino Fundamental Mont’Alverne é um lugar de descobertas.

Cooperação é o lema. Os pais são parceiros no planejamento das atividades, reforçam os estudos em casa e ainda contribuem para melhorar o ambiente escolar.

Em Flores, no sertão pernambucano, educação participativa com oficinas de matemática, leitura, teatro. A escola Dário Gomes de Lima vai à feira e os alunos apresentam os projetos para a comunidade. É só tocar e o computador diz qual o produto e o preço. Educar pela pesquisa.

Na escola Waldemir Barros da Silva, em Campo Grande, os alunos são desafiados a desenvolver projetos. Eles criaram um holograma com o DNA para estudar biologia, física e programação de computador.

Usar a criatividade, a participação de professores e da comunidade para transformar as escolas públicas em locais de oportunidades e crescimento dos alunos. Quatro mil escolas inscreveram os seus projetos no Prêmio de Gestão Escolar. Esta segunda-feira (4) foi o dia de conhecer o vencedor: a Escola de Ensino Fundamental Mont’Alverne.

“Acredito que a escola pública tem que conseguir oferecer uma educação de qualidade. Isso depende de a gente fazer o nosso trabalho com excelência”, disse a diretora da escola, Viviane Rosa Bennert.

O Prêmio Gestão Escolar é uma realização do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), e tem apoio do Ministério da Educação, da Fundação Roberto Marinho e de outras instituições da iniciativa pública e privada.

“O grande desafio da gestão escolar é a construção de uma escola jovem, uma escola moderna que tenha conteúdo contemporâneo, alegre, que atraia a juventude”, afirmou o presidente do Consed, Idilvan Alencar.

“Mudar a escola pública, fazer a escola pública em todo o Brasil ser de qualidade como essas que estão aqui, como tantas outras que já receberam o prêmio e inspiram outras escolas em seus estados. Assim vai contaminando positivamente essa prática que faz com que os estudantes fiquem de forma prazerosa juntando o lúdico, o poético, o científico num espaço onde possa habitar a felicidade, a alegria e onde pessoas possam se desenvolver totalmente e integralmente para o exercício da cidadania”, disse Vilma Guimarães, gerente-geral de Educação da Fundação Roberto Marinho.

 

Por Jornal Nacional

G1.globo.com

Outras Notícias

PUBLICIDADE