Procurador do Ministério do Trabalho esclarece ações de fiscalização da Região da Cebola

Enviar no WhatsApp
Procurador do Ministério do Trabalho esclarece ações de fiscalização da Região da Cebola

Foto: PRF, Divulgação

 

De acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), uma operação realizada durante oito dias e que encerrou no dia 25 de novembro, resgatou 43 trabalhadores de situação análoga à escravidão em Ituporanga. As vítimas eram nordestinas. Um suspeito de ser aliciador foi preso em flagrante.

Segundo o MPT, o esquema criminoso envolvia tráfico de pessoas, servidão por dívida e negociação de passes, com "venda" de trabalhadores. A operação foi feita por fiscais do trabalho, pelo MPT e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Durante a edição dos Fatos Policiais desta segunda-feira (30), o repórter João Sérgio conversou com o Procurador-Chefe do Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina, Acir Alfredo Hack, que esclareceu as ações de fiscalização da Região da Cebola.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo