Em mensagem a Bolsonaro e parlamentares, deputado ituporanguense cobra respeito aos produtores de cebola

Peninha usou as redes sociais para mostrar a verdade sobre o trabalho nas lavouras da região de Ituporanga.

Em mensagem a Bolsonaro e parlamentares, deputado ituporanguense cobra respeito aos produtores de cebola

Deputado federal Rogério Peninha Mendonça - Foto: Divulgação



Em tom de desabafo, nesta terça-feira (01), o deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) publicou em suas redes sociais uma mensagem ao presidente da República e parlamentares da Câmara e Senado. Morador de Ituporanga, município que mais produz cebola no país, o parlamentar se mostrou indignado com as denúncias de trabalho escravo na região.

Eu conheço como ninguém essas propriedades e posso afirmar, sem margem para dúvidas ou questionamentos, que as denúncias são um exagero sem tamanho”, criticou. Na última semana, auditores do trabalho, Polícia Federal e Ministério Público do Trabalho resgataram 43 trabalhadores e prenderam um empregador. A midiática operação repercutiu na imprensa nacional.

Para Peninha, autoridades abusaram de seu poder para tentar carimbar na região uma marca de exploração, que não condiz com a realidade: “Muitas vezes, escravos são os próprios agricultores. Escravos do tempo, que assola as lavouras com seca, vendaval e granizo. Escravos do mercado, que não recompensa com um preço justo o trabalho de um ano todo. E escravos dos fiscais, que entram nas propriedades escoltados por policiais fortemente armados, como se criminosos os agricultores fossem”.

O deputado foi autor de uma emenda à Reforma Trabalhista, em 2017, para permitir que empresas pudessem contratar mão de obra rural e terceirizar para os produtores. A medida sanaria parte das exigências cobradas pelos fiscais. Sem apoio dos demais parlamentares, a proposição acabou rejeitada.

Se há algum caso que precisa de correção, que seja tratado como um fato isolado. Generalizar o problema põe em xeque o sustento de milhares de famílias”, finalizou o deputado.

Licenciado desde outubro, Peninha retomará o mandato em janeiro.

 

Por Assessoria de Comunicação

Outras Notícias

PUBLICIDADE