Anace emite nota de apoio aos agricultores em virtude da volta dos auditores do Ministério do Trabalho a Região da Cebola

Enviar no WhatsApp
Anace emite nota de apoio aos agricultores em virtude da volta dos auditores do Ministério do Trabalho a Região da Cebola

Foto: Redes Sociais / Reprodução

 

Não é mais novidade para os agricultores da Região da Cebola de que os fiscais do Ministério do Trabalho retornaram para a região com as fiscalizações nas propriedades. Na semana que passou os auditores fiscais iniciaram as vistorias em propriedades nas cidades de Alfredo Wagner e Bom Retiro. Já nesta semana a atuação está mais concentrada aqui na Região da Cebola.

Conforme informações repassadas por ouvintes da Rádio Sintonia, os auditores estiveram na tarde desta terça-feira (27) e também na manhã desta quarta nas cidades de Imbuia e Ituporanga.

Em virtude do retorno da fiscalização na região produtora de cebola, o presidente da Associação Nacional da Cebola – Anace, Rafael Corsino, publicou uma nota na manhã desta quarta onde manifestando apoio aos agricultores. A nota diz que a Anace tem acompanhado as informações sobre a fiscalização do Ministério do Trabalho e solicito que se houver alguma inspeção arbitrária, fora do padrão, com o intuito de prejudicar a classe produtiva, que seja comunicado imediatamente a associação para que, na condição de entidade que representa os cebolicultores do Brasil, seja possível denunciar o ocorrido nos órgãos pertinentes (confira abaixo a manifestação na íntegra).

Ainda na semana passada, o Departamento de Jornalismo da Sintonia FM entrou em contato com os responsáveis pelo Ministério do Trabalho em Santa Catarina e na oportunidade foi confirmada que as fiscalizações de fato estão sendo realizadas, e que os auditores estão acompanhados por uma viatura da Polícia Rodoviária Federal, e que esse acompanhamento foi dado como necessário, devido a algumas situações de enfrentamento que aconteceram em propriedades rurais da região em anos anteriores.

A fiscalização tem observado e cobrado itens que estão na NR 31, norma regulamentadora de segurança e saúde no trabalho na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura.

Manifestação na integra do Presidente da Assossiação Nacional da Cebola (Anace) Rafael Corsino. 

Produtores,

Bom dia! Na condição de presidente da ANACE estou acompanhando as informações postadas no grupo, sobre a fiscalização do Ministério do Trabalho. Solicito a vocês, que se houver alguma inspeção arbitrária, fora do padrão, com o intuito de prejudicar a classe produtiva, que seja comunicado imediatamente a ANACE para que, na condição de entidade que representa os cebolicultores do Brasil, possamos denunciar o ocorrido nos órgãos pertinentes. Contem com o apoio da ANACE.

Forte abraço!

Rafael Corsino - Presidente da Anace

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo