Corte de verbas do DNIT cai quase um terço e afeta rodovias de Santa Catarina

Corte de verbas do DNIT cai quase um terço e afeta rodovias de Santa Catarina

BR-282 em Chapecó (Foto: Sirli Freitas / Especial)

 

O corte de verbas anunciado pelo Governo Federal na semana passada vai refletir nas obras das rodovias catarinenses. Os recursos previstos em R$ 700 milhões para obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), dentro do "Programa Avançar", caíram para R$ 250 milhões.

Para Santa Catarina o valor previsto, que era de R$ 300 milhões, caiu para R$ 113 milhões. Essa verba deve ir para as BRs 470 (R$ 50 milhões), 280 (R$ 40 milhões) e 285 (R$ 23 milhões).

Os recursos de R$ 50 milhões para as obras de melhorias na BR-282, entre Chapecó e São Miguel do Oeste, e na BR-158 (entre Cunha Porã e a divisa com o RS) caíram para apenas R$ 10 milhões. De acordo com a assessoria de imprensa do DNIT, seriam necessários pelo menos mais R$ 10 milhões para dar início às obras. A empresa Traçado, vencedora da licitação, disse que está pronta para iniciar, dependendo apenas da aprovação do projeto e da liberação do dinheiro.

O DNIT também vai adiar a nova licitação para retomada das melhorias da BR-163, de São Miguel do Oeste até Dionísio Cerqueira, pois não tem recursos no momento.

 

Por Darci Debona

NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE