Mãe é indiciada por homicídio após filha de 4 meses morrer engasgada em SC

Criança engasgou com leite materno. Polícia concluiu que mulher estava alcoolizada e assumiu risco.

Mãe é indiciada por homicídio após filha de 4 meses morrer engasgada em SC

Foto: NSC TV / Reprodução

 

Uma mãe foi presa em flagrante após a bebê dela de 4 meses morrer em Guatambu, no Oeste catarinense. A criança engasgou com o leite materno, segundo a Polícia Civil. Os policiais entenderam que a mulher estava alcoolizada e assumiu o risco.

A mãe disse em depoimento que havia bebido e que houve um descuido, informou a polícia. Ela foi indiciada por homicídio doloso e, depois de audiência de custódia, recebeu liberdade provisória.

Caso e prisão

A bebê morreu na madrugada de domingo (8) e a mãe foi presa no mesmo dia. "Houve uma festa, uma confraternização da família no sábado [7] à noite em Guatambu. Nessa ocasião, beberam bastante, uma quantidade considerável de bebida alcoólica, em especial a mãe da criança", relatou o delegado responsável pelo caso, Luiz Schaefer Júnior.

Por volta das 2h, todos foram para casa, continuou o delegado. "Às 5h, a bebê acordou chorando e a irmã [de 16 anos] levou a criança até a cama da mãe. A mãe começou a amamentar. Em um dado momento, ela cochilou e deixou a criança desprotegida", relatou. Nessa hora, a bebê engasgou com o leite materno.

"Às 11h, a irmã foi para o quarto da mãe e viu que a menina não respirava", continuou o delegado. A família tentou levar a criança para o hospital, mas ela já estava sem sinais vitais. A mãe foi levada para o Presídio Regional de Chapecó, cidade vizinha a Guatambu.

Audiência de custódia

Na tarde desta segunda (9), ela passou por audiência de custódia na Justiça. Foi concedida a liberdade provisória, desde que ela não saia da região de Chapecó e que esteja sempre em casa das 22h às 6h. A 1ª Vara Criminal de Chapecó também proibiu a mulher de frequentar bares, boates e similares, mesmo durante o dia.

A Justiça entendeu que a mãe é indiciada primária e que não há elementos que indiquem periculosidade ou abalo à ordem pública.

 

Por G1 SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE