Hemosc convoca doadores para reforçar estoque de sangue após registro de queda provocada pela greve dos caminhoneiros

Paralisação que durou 11 dias causou dificuldade de acesso dos doadores aos centros de captação; tipo O positivo apresenta o menor estoque.

Hemosc convoca doadores para reforçar estoque de sangue após registro de queda provocada pela greve dos caminhoneiros

Hemosc registra queda em doações de sangue (Foto: Paulo Goethe/SES)

 

As doações de sangue para o Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) registraram queda nos últimos dias por causa dos reflexos causados pela greve dos caminhoneiros contra o diesel, que durou 11 dias. Os estoques e abastecimentos estão mantidos, apesar das dificuldades encontradas por doadores no deslocamento até as nove unidades de captação do Estado.

Segundo o centro, a maior necessidade são para os pacientes que já estão em tratamento, principalmente, de plaquetas e sangue do subtipo O.

A necessidade diária do Hemosc para atender todo o estado de Santa Catarina é em torno de 500 bolsas de sangue ao dia. Desde que as paralisações interferiram na redução dos serviços de transporte, houve uma queda gradativa no número de bolsas de sangue captadas.

Os horários e os endereços dos postos de coleta nas cidades de Florianópolis, Lages, Criciúma, Joinville, Joaçaba, Chapecó, Tubarão, Jaraguá do Sul, Canoinhas e Blumenau estão disponíveis no site do Hemosc.

 

Exigências para doação

O doador deve ter idade entre 18 e 69 anos, pesar acima de 50 quilos e ter dormido bem na noite anterior. Também deve apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial, como carteira de identididade, profissional ou de motorista. Informações estão disponíveis no site do Hemosc.

 

Por G1SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE