Bebê de três meses morre após suspeita de agressão em Santa Catarina

Um bebê de três meses morreu na manhã de domingo após uma parada cardiorrespiratória em Chapecó, no Oeste do Estado. Ele tinha sinais de uma possível agressão, com hematomas no rosto, sangue no olho e machucados na lateral da cabeça.

De acordo com os depoimentos prestados à Polícia Militar, o bebê estava sendo cuidado pela irmã, de 15 anos, e foi entregue no quarto da mãe para ser amamentado na noite de sábado. Quando a jovem entrou novamente no quarto, no domingo pela manhã, encontrou o bebê ferido e sem responder a qualquer estímulo.

Ela chamou o seu namorado para tentar levar o bebê rapidamente até a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Efapi. No caminho eles encontraram uma viatura do Samu, que prestou os primeiros cuidados médicos e constatou que o bebê já estava morto. 

A mãe foi ouvida pela Polícia Civil ainda no domingo. Segundo os agentes, estava bastante abalada e confirmou que estava com o bebê na noite de sábado. Ela disse que havia ingerido bebida alcoólica e adormeceu enquanto amamentava o bebê. Após isso, alega que não se lembra de mais nada.

O caso está sendo investigado pela Central de Plantão Policial de Chapecó. O Instituto Geral de Perícias (IGP) passou a noite de domingo analisando o corpo do bebê. Caso fique comprovado que a mãe foi negligente, ela deve ser indiciada por homicídio culposo — quando não há intenção de matar. 

 

* Com informações de NSC TV

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE