Três são presos em Balneário Arroio do Silva em operação contra esquema de venda irregular de energia elétrica

Conforme investigação, funcionários da prefeitura e da empresa de energia elétrica comercializavam ligações por R$ 2,5 mil.

Três são presos em Balneário Arroio do Silva em operação contra esquema de venda irregular de energia elétrica

Divulgação

Três pessoas foram presas na terça-feira (19) em Balneário Arroio do Silva, no Sul catarinense, em uma operação que investigava um esquema de comercialização de ligações irregulares de energia elétrica envolvendo funcionários públicos.

A prefeitura de Balneário Arroio do Silva disse em nota que apoia a "Operação On/Off" e que o atual prefeito do município, Juscelino da Silva Guimarães (PSD), não é alvo. A Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), empresa que fornece energia na cidade, disse que a área jurídica acompanha o caso e tomará as providências cabíveis. A investigação segue em sigilo.

Conforme o Ministério Público, duas pessoas foram presas temporariamente e uma em flagrante, um servidor público por porte irregular de arma. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, entre os locais, na prefeitura do município e na empresa de fornecimento de energia elétrica.

Segundo o MPSC, as investigações apontam que funcionários da empresa de energia elétrica vendiam ligações irregulares por R$ 2,5 mil cada. O esquema teria autorização de integrantes da prefeitura, que dividiam o lucro da comercialização.

O MPSC não divulgou quantas ligações irregulares foram feitas no esquema e qual o período de realização da fraude.

 

Autor Texto: G1SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE