Chuvas dos últimos dias deixam dois mortos e estragos em 14 cidades em Santa Catarina

Chuvas dos últimos dias deixam dois mortos e estragos em 14 cidades em Santa Catarina

Agrolândia, no Alto Vale do Itajaí, teve alagamentos (Foto: Defesa Civil / Divulgação / Divulgação)

 

As fortes chuvas que atingiram Santa Catarina neste final de semana deixaram estragos em 14 cidades e dois mortos. Os dados são da Defesa Civil, com base em registros entre quarta-feira e este domingo. Os volumes mais representativos ocorreram no Extremo Oeste, Grande Florianópolis, Litoral Norte e Vale do Itajaí. De acordo com o órgão, as chuvas intensas ocorreram de forma concentrada, em curtos períodos de tempo, provocando enxurradas, alagamentos e deslizamentos nestas regiões.

Veja abaixo as cidades atingidas e a descrição dos problemas, segundo a Defesa Civil:

Blumenau 

Chuvas intensas resultaram em enxurrada em diversos pontos do município com registro de 67 ocorrências entre alagamentos e deslizamentos, principal bairro atingido Itoupavazinha, com a morte de duas pessoas. Houve a abertura de um abrigo, porém sem registro de desalojados ou desabrigados até o momento. 

Orleans

Duas propriedades em situação de risco. Uma garagem foi destruída, danificando um veículo e soterrando uma cadelinha que foi resgatada com vida com ajuda de uma retroescavadeira e dos bombeiros.

São Martinho

Devido a alta precipitação (83 mm) e o relevo acidentado do município, causando fortes enxurradas e consequentemente danos em alguns pontos. Principais locais atingidos: Rua Antônio Shotten esquina com a Avenida Frederico Shumacher, SC-435 acesso à localidade de Rio Gabiroba, Estrada Geral Alto São Martinho e localidade de Rio São João.

São José

Elevados volumes pluviométricos iniciaram movimentação de massa em municípios da Grande Florianópolis. Em São José, até o momento foram 12 ocorrências registradas e atendidas: sete deslizamentos, dois alagamentos, duas quedas de muros e uma queda de árvore.

Biguaçu

Em Biguaçu, além de diversas ruas alagadas, cinco residências foram afetadas por alagamentos, deixando duas famílias desalojadas. Foram atendidas dez ocorrências de deslizamentos, tendo como consequência três residências interditadas e nove pessoas desalojadas. Cinco quedas de muros.

Criciúma

Vários pontos de alagamentos registrados, até o momento somente obstrução de vias e danos materiais.

Brusque

Deslizamentos pontuais devido ao encharcamento do solo em decorrência das chuvas dos últimos dias.

Governador Celso Ramos

Registrado um rolamento de bloco rochoso sobre um veículo, sem vítimas. A Avenida dos Ganchos ficou totalmente interditada devido a um deslizamento.

Botuverá

Deslizamentos de terra no bairro Pedras Grandes e Ribeirão Porto Franco.

São Miguel do Oeste

Queda de muro em residência.

Timbó

Chuvas intensas resultaram em enxurrada em diversos pontos do município com registro de 25 ocorrências entre alagamentos e deslizamentos em cinco bairros do município. Duas casas interditadas para melhor averiguação dos danos.

Joaçaba

Colapso de muro e parte de via pública. Descrição: parte de muro em obra cedeu devido a percolação da água da chuva, levando parte de via pública.

Itapiranga

Deslizamento de muro de contenção que atingiu uma propriedade na cidade.

Agrolândia

Enxurrada na localidade de Serra dos Alves fez com que o rio saísse da calha, invadindo a estrada vicinal, acarretando danos em três pontilhões e na própria via. O município está realizando obras necessárias. Não houve residências invadidas pelas águas.

Maiores volumes de chuva em SC entre 28/3 e 1º/4:

179,8 mm em Santo Amaro da Imperatriz
166,4 mm em São Miguel do Oeste
142 mm em Florianópolis
135,4 mm em Maravilha
134,4 mm em Tijucas
133,6 mm em Jaraguá do Sul
131 mm em Garuva
120 mm em Itapema
117,8 mm em São Bonifácio
116,2 mm em Palhoça
116 mm em São José
113 mm em Camboriú
111,4 mm em Indaial
108,8 mm em Joinville
107,2 mm em Timbó

 

Por Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE