Varejo prevê alta de até 10% nas vendas ao Dia das Mães

Varejo prevê alta de até 10% nas vendas ao Dia das Mães

Foto: Divulgação

 

Esta é a semana em que a maioria dos catarinenses compra os presentes para o Dia das Mães. Segunda melhor data para o comércio no ano, a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) prevê que 74% dos brasileiros farão alguma compra, ou seja, cerca de 111 milhões de pessoas vão investir R$ 17 bilhões.

Em SC, a pesquisa da Federação das CDLs (FCDL/SC) junto a lojistas apurou que 60% estão prevento alta de 5% a 10% do faturamento para a data na comparação com o mesmo período do ano passado. E o ticket médio deve ficar entre R$ 100 e R$ 150, estimam 56% dos entrevistados.

Já a pesquisa da Fecomércio-SC sobre intenção de compras apurou que a maioria dos consumidores está conservadora nos presentes para as mães, ou seja, não quer destinar valor maior que no ano passado. O gasto médio apurado ficou em R$ 164,08, cifra 0,6% inferior a da expectativa média de 2017, que ficou em R$ 165,77.

Entre as maiores cidades do Estado incluídas na pesquisa da Fecomércio, os consumidores de Itajaí são os que pretendem destinar o maior valor para presentes, R$ 202,15. Em segundo lugar são os de Blumenau (R$ 172,02), seguidos por Chapecó (R$ 168,41), Florianópolis (R$ 163,61), Joinville (R$ 163,58), Lages (R$ 142,50) e Criciúma (R$ 140,73).

Ainda segundo a pesquisa, 42,9% vão presentear com confecções, 17,8% com perfumes ou cosméticos e 11,8% com calçados. Além disso, e 16,8% levarão a mãe para almoçar fora. Vale observar que, apesar da cautela apontada na pesquisa, os consumidores que estão empregados estão mais confiantes no futuro e, por isso, poderão investir mais em presentes.

 

Por Estela Benetti

NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE