Hospital Santo Antônio de Blumenau fecha cinco leitos de UTI por falta de dinheiro

Hospital Santo Antônio de Blumenau fecha cinco leitos de UTI por falta de dinheiro

Foto: Eduardo Cristófoli

Desde o dia 1º de setembro os cinco novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santo Antônio de Blumenau estão fechados. A instituição de saúde está sem dinheiro para bancar a manutenção deles. Enquanto isso os outro 10 leitos continuam funcionando normalmente.

Como os leitos ainda não foram credenciados no SUS pelo Ministério da Saúde, havia a esperança de que o governo do Estado bancasse internações nesse meio tempo, mas, como bem sabemos, em Florianópolis há mais dívidas que contas a receber.

Além da falta de dinheiro, há também a Dona Burocracia, em parte necessária para evitar o mau uso do dinheiro público. O processo de credenciamento dos leitos do Santo Antônio começou em novembro do ano passado e sofreu um revés com a publicação de uma nova portaria em março deste ano, a qual a instituição teve que se adequar.

O mais complicado é que o Ministério da Saúde só habilita leito aberto, mas como mantê-los funcionando se o governo do Estado e a hospital não têm dinheiro em caixa?

Problema em Rio do Sul

Situação semelhante passa o Centro Oncológico de Rio do Sul, que está pronto desde abril e aguarda o credenciamento no Ministério da Saúde para atender os cerca de 500 pacientes do Alto Vale que hoje se deslocam para Lages, Blumenau e Florianópolis, alimentando a famigerada “ambulanciaterapia”.

Ninguém tem dinheiro para bancar R$ 400 mil por mês de manutenção até que o processo seja concluído em Brasília. E aí? Continuaremos obrigando os nossos enfermos catarinenses a acordarem de madrugada para rodar quilômetros em estradas pessimamente conservadas a fim de receber o tratamento que é deles por direito?

Situação delicada que só se agrava. Por e-mail, a Secretaria de Estado da Saúde diz que avalia meios de auxiliar os hospitais para a abertura dos serviços. Mesmo em meio à crise.

 

Por Blog do Pancho

Jornal de Santa Catarina 

Outras Notícias

PUBLICIDADE